domingo, 30 de novembro de 2008



Quando chega a noite
o ar cheira a pele...
Aromas de vida,
batimentos do meu peito
encadeado ao teu...
Sinto...
como os teus sentidos
se atam aos meus...
Quando a noite chega
brilhantes astros
tremem no firmamento
do nosso céu...
Cintilam...
invejando o toque de fogo,
com que o Teu olhar
faz Amor...
com o Meu...

http://alquimiademim.blogspot.com/

Um comentário:

Juliane disse...

Estou abismadíssima com tua sensibilidade ao escrever! Ganhastes uma fã!
Beijos, ju.

blog: in-diferentes.zip.net