sábado, 3 de janeiro de 2009



Repousa com teu sonho em meu sonho.
Amor, dor, trabalho, devem dormir agora.
Gira a noite sobre suas invisíveis rodas
e junto a mim és pura como âmbar dormido...
Nenhuma mais, amor, dormirá com meus sonhos...
Irás, iremos juntos pelas águas do tempo.
Nenhuma viajará pela sombra comigo, só tu.
sempre viva. sempre sol ... sempre lua...
Já tuas mãos abriram os punhos delicados
e deixaram cair suaves sinais sem rumo...
teus olhos se fecharam como
duas asas cinzas, enquanto eu sigo a água
que levas e me leva.
A noite... o mundo... o vento enovelam seu destino,
e já não sou sem ti senão apenas teu sonho...

Pablo Neruda

7 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Abro meus braços para o mar
Sinto meus pés afundarem na areia molhada...
Um imenso mar azul está à minha frente,
Refletindo gotas douradas pelo sol e areia.
Pensei em ti nesse momento e agradeci
Pelos beijos úmidos de maresia,
Pelo abraço apertado a me proteger do vento,
Pela íntima conversa silenciosa dos olhos...
Passos perdidos em meu caminhar
Sinto a areia molhada e minha alma
Marcada pela paisagem...
Este momento tem sentido na minha alma,
Este momento tem sentido na minha vida...
Uma lágrima serena escorre pela face
Formando um secreto sorriso...
Passado o vento na tarde que se fez outono
Em minha vida, esvaneceram alguns sonhos,
Mudou o tema da poesia,
Muitas histórias para contar...
Envelheceram as linhas do rosto e do corpo.
Mas o coração solto, liberto ainda quer amar.
Lento e invasivo, o amor chega sem avisar,
Outra vez laço de abraço e o gosto de um beijo.
Nos desvarios das horas na praia...
Continuo meu passeio na areia molhada
Perdida na memória dos meus passos
Vou deixando as ondas para trás e
Sigo em tua direção para te encontrar
Além da estrada, além do tempo para
Viver este presente de amor...

Sônia Schmorantz

Paula Raposo disse...

Sempre forte Neruda!! Beijos.

MPereira disse...

o sonho em poema de sonho,de um Neruda sempre presente,sempre vivo
Abraço

Xana disse...

Belo ...
Tão intensamente belo
Abraço e espero por si.

manzas disse...

“Reencarnação”

Foi em tempos… há muito tempo
Um tempo longínquo que já não sei…
Recordadas no momento de um pensamento
Pergaminhos da memória que furtei

http://pensamanzas.blogspot.com/

Uma boa semana com um abraço amigo…

mariam disse...

Uma página,

Neruda, INTEMPORAL! obrigada.

renovo os votos de um BOM ANO!

um abraço em forma d'arco-íris floral e o meu sorriso :)
mariam


nota: como foi dar com o meu "cantinho"?

Cris Animal disse...

Oi meu Amigo, ainda estou viajando e hoje vim matar as saudades dos meus amigos blogueiros. Logo, logo estarei em casa e sigo vcs....rs
Estou deixando um beijo pra vc enorme, o desejo de um ano novo lindo e dizer que ler Pablo Neruda é sempre um carinho, um afago na alma e na vida. Linda poesia.
Se cuida!
............Cris Animal