domingo, 21 de junho de 2009

ALI


Ali sofreste. Ali amaste.
Ali é a pedra do teu lar.
Ali é o teu, bem teu lugar.
Ali a pedra onde jogaste
o que o destino te quis dar.

Ali ficou tua pegada
Impressa, firme, sobre o chão.
Ninguém a vê sob o montão
de cinza fria e poeirada?
Distingue-a, sim, teu coração.

Podem talvez o vento, a neve,
roubar a flor que tu criaste?
Ali sofreste. Ali amaste.
Ali sentiste a vida breve.
Ali sorriste. Ali choraste.

SAÚL DIAS(1902-1983)
Imagem 01 internet
Imagem 02 Eduardo Poisl

11 comentários:

AFRICA EM POESIA disse...

VOA PENSAMENTO


Corro o mundo
O meu pensamento voa...
Voa rapidamente....
E foge-me entre os dedos...

Eu tento agarrar
Abro as mãos...
Mas não consigo...
E deixo-te ir...

Como é bom fugir
Como é bom voar...
E tu pensamento...
Lá vais mundo fora...

Mas como tudo na vida
Vais e voltas...
E eu aqui te espero...
E quando vieres...
Com as tuas mãos...
Vou agarrar o sonho...
Que vem dentro de ti!...



Lili Laranjo

Izi disse...

boa noite,

lindo poema, como sempre.
vim te desejar uma semana cheinha de energias positivas.

bjos!

Branca disse...

Nossa...tanto tempo não ouvia 'Angie', trouxe boas recordações...
O poema lindo, como todos que escolhe!

Que a semana lhe traga muitas alegrias...bjo.

Nanda Assis disse...

muito lindo!!!! e a musica nos arrepia ate a alma.

bjosss...

José Carlos Brandão disse...

Gostei. Obrigado por esse momento de poesia.

Uma ótima semana para você.
Abraços.

Luísa disse...

Ali morreste de medo por ali te teres encontrado...

ali conseguiste divagar pelo mundo crul do sofrimento...
ali...ali...ali...



Beijinho terno e boa semana!

Anabela disse...

Por que no imaginário poético só a dor "anjifica"?
O Poeta está fora da dor, a dor é ali ;)
Lindo! lindo!
Boa semana

ausenda disse...

Ali...nesse lugar onde em suma se...viveu!
Belo poema!

Uma boa semana para você
Um beijo

Luis F disse...

Obrigado amigo pela tua sempre presença no meu mundo.

Adoro também mergulhar nest teu mundo de encanto e das palavras.

Com amizade
Luis

Carmem disse...

Lindo poema...

Eduardo...Obrigada pelo carinho de sempre!

Beijo e ótima semana!

Rosemari disse...

Eduardo

Que linda poesia, das clássicas que quase já não lemos.