quarta-feira, 21 de outubro de 2009

OBSCURO DOMÍNIO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Amar-te assim desvelado
entre barro fresco e ardor.
Sorver o rumor das luzes
entre os teus lábios fendidos.

Deslizar pela vertente
da garganta, ser música
onde o silêncio aflui
e se concentra.

Irreprimível queimadura
ou vertigem desdobrada
beijo a beijo,
brancura dilacerada

Penetrar na doçura da areia
ou do lume,
na luz queimada
da pupila mais azul,

No oiro anoitecido
entre pétalas cerradas,
no alto e navegável
golfo do desejo,

Onde o furor habita
crispado de agulhas,
onde faça sangrar
as tuas águas nuas.

(Eugénio de Andrade)

13 comentários:

Eliana disse...

BOA NOITE, Eduardo

Viajei nestas imagens.

Me vi sentada nesta pedra, sentindo toda esta energia que o mar nos traz.

Uma noite abençoada para vocês,
Fiquem com Deus,
Abraços,

José Carlos Brandão disse...

Lindas imagens.
Lindo poema - Eugénio sempre é uma dádiva.
Bom nome para suas fotos também: dádiva.

Um grande abraço.

José Ramón disse...

Imagens muito interessantes deste relatório. Criatividade e imaginação de fotos de Jose Ramon Thanks for the comments
Saudações

Nanda Assis disse...

suas imagens da vontade de morar na praia.

bjosss...

Pena disse...

Admirável Poeta Amigo:
Dá vida a um dos talentos gigantes da poesia portuguesa e Universal. Um Ser fabuloso e admirável no campo poético e na sua humanidade óbvia e de valor precioso: Eugénio de Andrade.
Uma pessoa fascinante e deslumbrante.
Fá-lo com um brilhantismo inigualável.
Perfeito.
Sensibilizado por tanta maravilha que existe neste "espaço de escrita", repleto de pureza e beleza imensas.
Abraço amigo de inequívoco respeito e gigante estima.
Sempre a lê-lo com atenção.

pena

Bem-Haja, pelo seu génio constatado e enorme.
MUITO OBRIGADO pela sua amizade preciosa numa pessoa de bem.

Everson Russo disse...

As imagens são uma viagem, uma paz, vontade de ficar ali, parado vendo o espetaculo do mar...o poema é forte, intenso, amor é sempre bom de se ler...abraços amigo e uma bela quinta feira pra ti.

Angela Guedes disse...

Oi Eduardo!!!
Vendo estas imagens, parece que estou escutando o barulhinho do mar...
Realmente são lindas estas fotos.
Obrigada pela sua amizade, é sempre uma alegria quando vejo seus comentários no meu blog.
Um grande abraço, amigo.
Ângela

paula barros disse...

Praia Mole conheci. Um litoral belíssimo.

O poema vai entrando e nos tocando.

bjs

Mara disse...

Amigo Eduardo,
Não conheço esse paraiso pessoalmente, mas as fotos junto aos poemas, me fazem viajar.
Beijos e um ótimo dia!

Martinha disse...

Obscuro domínio... Um belo título para o texto. Afinal de contas o amor domina mesmo a nossa vida... obscuramente! :P *

Andresa disse...

Querido amigo, como sempre poemas maravilhosos de amor....
Lindas imagens desse pedaço de paraiso
bjs
andresa

Andresa disse...

Querido amigo, como sempre poemas maravilhosos de amor....
Lindas imagens desse pedaço de paraiso
bjs
andresa

Andresa disse...

Querido amigo, como sempre poemas maravilhosos de amor....
Lindas imagens desse pedaço de paraiso
bjs
andresa