sexta-feira, 5 de março de 2010

APRENDI COM O MAR



A sabedoria das águas
Ensina como se deve viver
Verdades que se aprende
No tempo certo do saber.

Mar beijando areia,
Sol que se esconde à tarde,
Repouso em teus braços faceira,
Enfeito-me de amor na lua cheia.

Vou levando minha vida
Sofrendo na hora certa,
Desfaço da ansiedade
Enfeito-me de primavera.

Lanço-me em lindos versos,
Vejo a vida com alegria,
Sou amante e sou amada
Faço do teu corpo minha enseada.

Ter no entardecer acolhida,
Penetrar no mundo mágico da fantasia,
Entregar-me em tua doce magia.

Arrebatar a tua alma
Sem ela não há amor que dure,
Fazer da vida uma constante aventura.

MÁRCIA ROCHA

9 comentários:

direitinho disse...

Bom dia
O poema de Márcia Rocha está muito bonito e parece ter sido uma boa escolha.
- Sabedoria das águas....
- O Sol que se esconde na areia...
- O mar beijando a areia...

Graça Pereira disse...

Boa escolha na poesia...A sabedoria das águas, não tem fim! E a beleza das fotos também não ...então, a nocturna...está ESPLENDOROSA!
Beijos e bom fds
Graça

Everson Russo disse...

O amor é assim, sereno como o beijo do mar na areia da praia...belo poema....abraços e um belo final de semana pra ti.

Sandra disse...

OLA AMIGO EDU..
COMO ESTÁ??
UM LINDO POEMA DO MAR..ELE É TUDO QUE TEMOS NESTA NATUREZ\A INFINITA.
AMO A PRAIA, O MAR..A NATUREZA.


VEM VER QUEM ESTÁ COMIGO HOJE. NESTE LINDO CANTINHO
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
VOU TE ESPERAR.

POETAS UM VOO LIVRE TAMBÉM FICARÁ FELIZ COM A SUA PRESENÇA.
ATÉ LÁ.
CARINHOSAMENTE,
SANDRA

tossan disse...

Eu também aprendi com o mar. Ótimas fotos tão quanto a saudade da ilha! Abraço

Agulheta disse...

A poesia de boa escolha,onde o mar é a palavra infinita da natureza:as fotos de beleza sem fim,a da lua nem tem explicação!
Beijinho bfs Lisa

continuando assim... disse...

convite para seguir a história de Alice, lá no
--- continuando assim... ---

bj
bom fim de semana
teresa

MARIA L. BÓZOLI disse...

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Clarice Lispector

Um Domingo de Paz e beijos meus!

Arantza G. disse...

Precioso poema
Mis mejores deseos para la próxima semana, que esté llena de calor y amor.
Besos