sábado, 27 de março de 2010

SAUDADE...

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Do tempo que eu não tinha medo...
Das minhas noites tranqüilas,
Do dia chuvoso e nublado...
Ah... saudade! Por que me aniquilas?!...

Saudade
Da paz que nem eu sabia que tinha...
Do jardim colorido e molhado
Da rosa que era só minha,
Do beijo ingênuo e roubado!...

Saudade
Do sorriso alegre no rosto,
Dos olhos que ainda brilhavam!
Do cheiro, do toque e do gosto,
Dos lábios que se encontravam!...

Saudade
Das tuas mãos nas minhas,
Do abraço quente e apertado,
Do sino e das andorinhas,
Do amor eterno jurado!...

Ginna Gaiotti

14 comentários:

tossan disse...

Sim, poema mais humano e menos meloso como eu gosto. As fotos são ótimas e cada vez melhores! Abração com saudade do bom papo.

in natura disse...

Não liga pro Tossan não, ele não sabe o que fala(sabe mas desta vez não). Saudade de ti e da encantadora Sônia. Lindas fotos principalmente a do pássaro. Beijuss

Sônia Silvino disse...

Para terminar a noite, antes de dormir, lindas imagens e belos poemas pra ter lindos sonhos!
Bjkas! Bom domingo!

direitinho disse...

A nossa vida é feita de momentos de saudade que nos enchem e nos encantam.
Um sorriso, o cheiro e o gosto tudo faz a saudade renascer em nós

José Ramón disse...

Histórias maravilhosas estão cheias de graças da beleza para mostrar

Sonia Schmorantz disse...

Linda escolha!
beijos, te amo

Carmo disse...

Bom dia!

Por vezes é necessário perdermos para sentirmos o quão essas coisa eram importantes para nós. Mas quando a paz, a beleza, o amor a Primavera volta agarramo-la com força e sem dúvida que lhe damos o devido valor.

Marina-Emer disse...

Preciosos versos ...preciosas fotos de familia y paisajes bellos...te deseo feliz domingo ...feliz Semana Santa y en Espigas del alma tienes una amiga siempre.
un abrazo
Marina

Pelos caminhos da vida. disse...

Saudade
Da paz que nem eu sabia que tinha...

Uma semana de luz pra vc amigo.

beijooo.

Juliana Mendes disse...

lindas paisagens..
belas fotos...
sim, pois é...
saudade é msm de matar, alguns poetas descrevem bem..
mas é o sentimento melhor sentido pelos humanos, até os não humanos já sentiram saudade!
=D

IT. disse...

" se, depois que se navega,
a algum lugar, enfim, se chega...
O que será, talvez mais tarde.

Nem barcas nem gaivotas:
somente sobre humanas companhias.
(Cecília Meireles)

Forte Abraço.

angela disse...

Que poema mais lindo. Quantas saudades a gente tem de coisas vividas que só compreendemos a importancia delas depois. Aho que é assim que vamos aprendendo o valor das oisas.
As fotos dispensam omentários, são lindas.
beijos

Sonhadora disse...

Meu querido Eduardo
Lindas imagens e mais um belo poema
deixo um beijinho.

Sonhadora

M@ria disse...

Venha buscar meu troféu.....com carinho prá voce!!

Postado aki no M@ria M@ria