quinta-feira, 1 de abril de 2010

POEMINHA AMOROSO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu...
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu...
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo...
eu te amo, perdoa-me, eu te amo..."

Cora Coralina

18 comentários:

Arnalda Rabelo disse...

Terna escolha, Eduardo.. parabéns!

Santa e feliz páscoa para vc e família!

Abs,

Arnalda Rabelo

direitinho disse...

Poemas de amor, sempre belos e floridos. São gestos nossos de cada dia expressos em palavras, poesia e muitas flores

RETIRO do ÉDEN disse...

Neste época de ternura...uma especial ternura...foi muito bem escolhido este poema.
Fotos lindas.
Desejos com muita ternura, uma Santa Páscoa para vós.
Forte abraço
Mer

Carmo disse...

Eduardo votos de uma Feliz Páscoa, para si e todos os seus.

beijinhos

Carmo

IT. disse...

Aqui, tenho o prazer de conhecer o mar e ainda fazer, belas leituras.

Grande Abraço!

Feliz dia pra vc e família.

Celamar Maione disse...

Belas fotos e parabéns pela escolha do poema....

Feliz Páscoa !

ETERNA APAIXONADA disse...

Estimado e bom amigo

Recado aos Amigos Distantes

Meus companheiros amados,
não vos espero nem chamo:
porque vou para outros lados.
Mas é certo que vos amo.

Nem sempre os que estão mais perto
fazem melhor companhia.
Mesmo com sol encoberto,
todos sabem quando é dia.

Pelo vosso campo imenso,
vou cortando meus atalhos.
Por vosso amor é que penso
e me dou tantos trabalhos.

Não condeneis, por enquanto,
minha rebelde maneira.
Para libertar-me tanto,
fico vossa prisioneira.

Por mais que longe pareça,
ides na minha lembrança,
ides na minha cabeça,
valeis a minha Esperança.

Cecília Meireles, in 'Poemas (1951)'

Votos de uma Santa Páscoa!

Beijos
Helô Spitali

Olhar o mar disse...

Olá Eduardo,
Um belo poema e como sempre, fotos fantásticas - dá para ver qual sua paixão artística.
Um abraço de um amigo deste outro lado do mar e uma Feliz Pascoa para você, toda sua família e seus amores.

E dum grande poeta Khalil Gibran:
“O amigo é a resposta aos teus desejos. Mas não o procures para matar o tempo! Procura-o sempre para as horas vivas. Porque ele deve preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio.

Louise Oliveira disse...

Tks pelas palavras e a visita no meu bloguinho!
As imagens do seu blog nos faz ter vontade de viajar. rs
Bjs! Lu

Ana Maria disse...

Belo poema!
Amigo, desejo para vc e família uma Páscoa colorida, doce e muito feliz, que Jesus esteja sempre adoçando seus caminhos.
Beijinhos doces como os ovinhos de chocolate!

ONG ALERTA disse...

O amor além de qualquer coisa, paz.

Lídia Craveiro disse...

Uma Santa Páscoa para você e obrigado pelas suas visitas.

Um abraço de Portugal
Lidia

Branca disse...

Eduardo,
QUE NESTA PÁSCOA NOSSA FÉ SEJA REVIGORADA PELA CERTEZA DE QUE CRISTO RESSUSCITOU E ESTÁ ENTRE NÓS!

Bjo e desejo de uma Feliz e harmoniosa Páscoa junto aos seus!

Celylua - O blog das Letras disse...

Querido Eduardo,
Saudades poéticas... (risos).
Adorei o poema e as fotos, parabéns!!!
Deus abençoe você, e seus entes queridos.
Beijos de chocolates!!!(risos).
Feliz páscoa!!
Com carinho,
Cely, amiga e fã do seu belo blog.
Muito obrigada!

Sônia Silvino disse...

Que lindo!!! Gosto muito dos poemas da Cora!!!
Uma Páscoa maravilhosa!
Bjkas sabor chocolate (diet)!!!

Sandra Botelho disse...

Lindo poema e lindas imagens. Dá para sentir a maresia...
Bjos no coração!

Jacqueline (Jackie) Hess disse...

Eu gosto muito da sutileza e sensibilidade de tuas fotos...

Sél disse...

Lindo "poeminha" ...rsrs
Os poemas de Cora são sempre delicados, até nos títulos! rsrsrs
abraços