segunda-feira, 3 de maio de 2010

NARRATIVA


Andei buscando esse dia
pelos humildes caminhos
onde se escondem as coisas
que trazem felicidade:
os amuletos dos grilos
e os trevos de quatro folhas...
Só achei flor de saudade.

O arroio levava o tempo.
Ia meu sonho atrás de água.
No chão dormiam abertas
minhas duas mãos sem nada.
Se me chamavam de longe,
se me chamavam de perto,
era perdida a chamada...

Viajei pelas estrelas,
dentro da rosa-dos-ventos.
Trouxe prata em meus cabelos,
pólen da noite sombria...
Mirei no meu coração,
vi os outros, vi meu sonho,
encontrei o que queria.

Já não mais desejo andanças;
tenho meu campo sereno,
com aquela felicidade
que em toda parte buscava.
O tempo fez-me paciente.
A lua, mais doce.
O mar, profunda, erma e brava.


Cecília Meireles

10 comentários:

Luis disse...

Amigo Eduardo,
Lindo poema e eu que gosto do mar fico deliciado a percorrer as belas fotografias que dele nos consegue apresentar.
Um abraço amigo.
Luís

Dora Regina disse...

Profundo e lindo!
Parabéns!

Arantza G. disse...

Bello viaje por las estrellas...
Besos

RETIRO do ÉDEN disse...

Linda escolha e fotos muito belas.
Abraço
Mer

Branca disse...

Lindo poema!
Muito bom passar aqui pela manhã e sentir a calma que vem do mar...

Bjo amigo e bom dia!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Grandioso poema para emoldurar lindas imagens. Muito bom gosto. Um abraço, caro Eduardo

Ivana Marisa Altafin disse...

O que mais queria hoje, era sentar-me nesse banco e me perder nessa paisagem, isso que é felicidade!!! SÔNIA, você é abençoada por DEUS, um grande abraço!

Ivana Marisa Altafin disse...

Eduardo,

Como vi a Sônia sentada nesse banco, achei que fosse o Blog Um Vento na Ilha e mandei somente um abraço para a Sônida, mas agora um abraço para você também! ai....me desculpe!

Amor feito Poesia disse...

A menos que me calem os anjos da noite,
terei eu sempre uma palavra de amor para distribuir,
não que seja eu a dá-la de mim a outros corações,
posto que não seria eu capaz de tal proeza,
porem estou certo de que Deus fala por mim,
não por ser eu digno de tal distinção,
mas por ser Ele, aquele que sempre me busca!

Santaroza


Boa Tarde.......Beijos & Flores!!

orvalho do ceu disse...

Olá, meu corpo, de fato, está sereno... mente e coração... é o amor que invade todo nosso ser... de mansinho... tomando posse...
Abraços fraternos