terça-feira, 27 de julho de 2010

OUTONO



Talvez nunca a ternura fosse tanta
como entre os montes amadurecidos
e quando as casas se elevam
entre o ouro e o fumo da tarde.
Silêncio que parece vir do lento
passado,
vozes que se dão em resignada melancolia
e tomam a forma dos frutos,
vinho e sombra que apagam o mar
nas árvores
onde não tardará o abandono,
memória do que somos.
Repousam sobre a noite os grous
enquanto as cidades crescem à nossa volta
contra o sul vencido.
Vento, ramo e sombra que caem
sobre as janelas ardentes:
lá onde a púrpura se reclina
sobre a água e a beleza
a verdade começa a surgir da espuma.

(Poema de Henrique Dória)

8 comentários:

Amor feito Poesia disse...

... É um sonho esta vida, mas um sonho febril de um instante único. Quando dele se acorda, vê-se que tudo é só vaidade e névoa...

Gustavo Adolfo Becker.

Amo sua amizade.....Beijos & Flores! M@ria

Luís Coelho disse...

Um poema cheio de encanto.
Na vida tudo passa e tudo se transforma.
...Lá onde a púrpura se reclina
Sobre a água e a beleza.........

tossan® disse...

Meu amigo, quero um poema seu para fazer a minha próxima postagem. Pode ser? Você é o cara! Abração

"Cantinho Poético" disse...

Minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.

Clarice Lispector


Agradeço seu carinho...Beijos!!

Tatiana disse...

Um belo ilustrado com fotos maravilhosas!

Um beijo carinhoso

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eduardo.

Suas imagens enriqueceram este belo poema. :-)

******

"Lembre-se que se algum dia você precisar de ajuda,
você encontrará uma mão no final do seu braço.
À medida que você envelhecer,
você descobrirá que tem duas mãos -
uma para ajudar a si mesmo,
e outra pra ajudar aos outros."

Audrey Hepburn







BOA SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Amor feito Poesia disse...

Se é triste sentir saudade,
muita saudade de alguém,
maior infelicidade
é não tê-la de ninguém.

(Yde Schloenbach Blumenschein)

Beijos e abraços.....Feliz Noite!

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindas fotos e boa escolha.
Abraço
Mer