domingo, 30 de dezembro de 2012

HOJE, CONFESSO



Hoje, confesso, acordei com vontade de ser feliz.
Amarrei, até, no pulso o amor-perfeito
que foi secando no meu peito e retomei a velha máxima:
não deixar que qualquer angústia atinja o coração.
Um castelo de areia, é tudo quanto quero
para acostar o meu barco de papel.


Aproxima os olhos da vertigem e estremece
com a luz espessa, que brilha nos teus ombros.
No céu do teu país, as estrelas podem ser barcos,
se quiseres sulcar os mares do coração em desordem.

Graça Pires

6 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Que sejas feliz não apenas hoje mas durante todo o Ano de 2013 que vai começar.

Um abraço

Sotnas disse...

Olá Eduardo, e que tudo permaneça bem contigo!

E eu resolvi passar por cá para deixar meu desejo que no próximo ano possamos por cá encontrar toda esta tua felicidade em forma de imagens e poemas cá postados, pois sempre tem intenso bom gosto e faz ótimas escolhas, além das belas imagens que sempre compartilha com os amigos. Obrigado por este período de intensa amizade, parabéns pelo espaço.

E eu deixo também meu desejo que você e todos ao redor tenham em vossos viveres a felicidade intensa sempre, grande abraço felicidades neste novo ano, até mais!

Luis disse...

Caro Amigo Eduardo,
Votos de Festas Felizes na companhia dos Seus.
Com um forte abraço.

:.tossan® disse...

Esse é o meu amigo... Grandes fotos e um texto que vem a calhar logo cedo. Saúde e abraço

Baraçal-press ® disse...

Excelente 2013 para você e sua família, ótimos cliques cada vez mais, fiquem com nossa mãe Maria seu filho Jesus e Deus, são os votos de Edison Baraçal e família.

Maria Letra disse...

Depois duma longa ausência, onde reinou um desapego desordenado, volto a este cantinho com prazer. Deixo um abraço, agradecendo reaceite as minhas visitas à sua página.