quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Palavras soltas


Hoje não estou preocupado com o desprezo do teu silêncio…
recuso ser na tua vida a mancha…
hoje não quero saber se olhas através do vidro frio da janela,
e vês a primavera, ou o cinzento do Inverno atrasado…
recuso a imaginar quem és…
o teu sorriso, as tuas palavras, os teus olhos…
hoje sinto-me livre do som da tua voz…
há... como sinto a alma leve,
preparado para junto das estrelas companheiras de mil noites,
eu, ali, sentado nesse cadeirão dos meus segredos, sorrir...
de felicidade por te amar tanto…

Juda-ben-hur
http://osaldanossapele.blogs.sapo.pt/

9 comentários:

Xana disse...

Muito bonito, adorei este.

Bom dia de trabalho ;)

(Carlos Soares) disse...

CARTA AOS BLOGUEIROS
Olá,amigos(as). Aliás nem tenho tantos aqui,mas não porque sou instrospectivo,como às vezes eu mesmo me acho. É porque não tenho muita paciência com esse tal de computador. Ou é porque passo maior parte do tempo escrevendo (isso é uma verdade,(faço poesia o dia inteiro,tirando as horas de trabalho,claro, pois nessa hora é quase um ritual de concentração). Ou então é essa tal timidez, essa viagem pra dentro de mim, que me enche o saco, mas sei que já melhorei. Estive pensando: Vejo tantos blogs lindos, coloridos, muito bem ilustrados e às vezes bate até uma pontinha de inveja (odeio essa palavra) porque não sei mexer muito. Vejo todos se elogiando e acho bonito isso. Não sei muito pegar scraps, imagens, mensagens. Mas não sou burro nao, viu? Só impaciente, embora a impaciência seja uma forma de burrice também. Estou dizendo isso aos amigos porque os vejo trocando selos e outros recursos, alguns até me oferecem, mas eu nem sei ir buscar. Não é pouco caso. Já tentei, mas quando vou lá, e vou colar,dá errado,aí deixo pra lá. Até meu blog quem fez foi minha amiga querida,ANITA, que amo. Meu blog é meio preto e branco, meio sem graça, só tem textos longos, pessoais e talvez não atraia tanta gente, mas tenho certeza que os poucos que vêm gostam e os considero muito. Nem sei porque estou dizendo isso, talvez seja mais uma de minhas bobagens, mas é só pra dizer a todos que não me levem a mal. Nada contra os amantes de imagens e do visual, mas eu me dedico mais às palavras, talvez numa forma de chamar atenção para a pessoa Carlos. Claro que vejo blogs lindos com imagens e textos lindos também, não estou confrontando, imagem contra texto, é porque eu sou mesmo centralizador. Sei que pareço egoista, não no sentido materialista da palavra, mas de me amar ao extremo. Não quero que jamais uma imagem apague a minha imagem. Quero meu texto acima de qualquer scrap, porque dentro do que escrevo estou eu e não sei ser mais ou menos. Estou vivendo um de meus melhores momentos poéticos e gosto de contar a todos e temo que uma imagem se sobreponha ao que escrevo. Sim, porque não escrevo para mim, escrevo para as pessoas. E talvez seja por isso que meu blog é tão preto e branco , para que me pintem, cada um, como quiser. Mas dentro de mim existe um verdadeiro arco- íris. Um abraço a todos.

(Carlos Soares) disse...

Poema muito belo e seu blog também. Dedicado a textos

Nanda Assis disse...

é preciso nos amar mais.
^lugar bão sô!!!
adoro a paz que este blog me da. com essa musica.

bjosss...

Karla Moreno disse...

Belíssimo texto!
Beijos =)

manzas disse...

Bonito texto amigo...

Um resto de uma boa semana…

O abraço…

Delfim Peixoto disse...

Ternamente escrito e lido
Abraço

Luiz Caio disse...

Olá caro amigo! Como vai?
Às vezes o amor é o bastante para nos convencer... O que sabem, e o que dizem... Melhor não ouvir, e não saber!

UM BONITO POEMA!

TENHA UMA ÓTIMA NOITE!

* Patty Meirelles * disse...

Tem atividade pra você lá nomeu blog.
O seu cantinho está realmente linnnnndo!!
Bjssssssss