segunda-feira, 20 de abril de 2009

ENTREGA


Dê-me sua mão nessa rua
nossos sonhos são tantos
que já nem sei seguir
por veleidades
por esta eternidade
de sentir só
oh! tenha dó
sou curumim da flor de anil
mil emoções a mil
darão vigor a nossa lida
ressurreição da vida
quando valer o pó
por favor
não vá fingir
sorriso de manhã
sou o carinho da areia
na entrega do mar
e até invadiu minhas veias
o fogo de amar
não vá fazer do desejo
agonia malsã
porque nossas mãos anunciam
o amor já está prá chegar
dê-me sua mão
as minhas são suas
e faça delas duas
a fonte que jamais secou
faça delas a alegria
da vitória e do vencedor
faça assim
no calor dos seus dias
e de noite
no feitiço do amor

LUIZ ALBERTO MACHADO

22 comentários:

RaH disse...

eh um poema lindo *_*
fikei imaginando como dever ser perfeito receber esse poema
bjos

poetaeusou . . . disse...

*
sou o carinho da areia
na entrega do mar,
,
só por si, um poma . . .
,
um abraço,
,
*

Rosa Carvalho disse...

Nossa saudades do seu blog da sua poesia.quase não tenho navegado estou trabalhando muito. passei para deixar um ótimo feriado para vcs. bjs

Arantza G. disse...

El amor lo quema todo, arrasa por donde pasa, sin ninguna consideración.
Nos abrasa y nosotros, seguimos quemándonos.
Un beso.

ausenda disse...

Porque as mãos podem ...tudo!
São redentoras na entrega!

Belo poema!

Beijos

Xana disse...

Quando a entrega do amor é completo nada atrapalha, pode vir ventos e tempestades :)

beijinhos

tossan disse...

Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita serenidade e pouco riso para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... não tem valor

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro seja lá como for.

Há que faz do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e portar-se de fora com uma espada - para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos sempre consigo para iludir um grande amor.

É preciso muitissimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

para viver um grande amor, na realidade, ha que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fieldade para viver um grande amor.

Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito peito de remador.

É preciso olhar a bem amada como a sua primeira namorada e sua viuva tambem, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista muito mais, muito mais que na modista! Para aprazer o grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor.

Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo.

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possivel, um só defunto pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas tambem com a mente, pois qualquer baixo seu a amada sente esfriar um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia para viver um grande amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada. Para viver um grande amor

(desconhecido)
Abraço

Fernanda Ferreira disse...

Mais um poeta...que maravilha!!!
O seu Blog é lindo e está cheio de amor, sinto-me bem em sua casa.
Obrigada pelo comentário no meu post.

Beijinhos,

Fernanda Ferreira

Everson Russo disse...

Belissimo poema amigo, daqueles que nos fazem sonhar, nos levam a um mundo que só existe dentro de nós...forte abrçao e um otimo feriado...

Valdemir Reis disse...

Olá, que maravilhoso é visitar este espaço! Parabéns pelo excelente trabalho aqui desenvolvido. Excelente sua publicação “Entrega“, belo e significativo poema, uma grande contribuição. Feliz e honrado por sua amizade. Acredito; aquele que caminha sozinho pode até chegar mais rápido... Porém quem segue acompanhado de um amigo com certeza vai mais longe... Espero sua visita! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Votos de uma semana recheada de sucesso, muita paz, saúde, brilho, bênçãos, proteção e alegria. Fique com Deus. Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

Papoila disse...

Belo poema de amor amigo Eduardo! No campo há homenagem a todos os livros virtuais de meus amigos.
Beijos

Layara disse...

Olá, sempre leio teus comentários e tuas Poesias, lindas.
Encontro tantos poetas por esses sitios, poucos tem magias nas palavras.
Como estou sempre a ler-te, sinal que tens magia nas palavras.
E esse mar deve te inspirar mais ainda. Volto sempre!

Izinha disse...

Lindo poema amigo...

bjos e uma semana maravilhosa prá vc!

MPereira disse...

De regresso,á leitura destes belos versos,feitiços de palavras,que me vão encantando
Obrigado pela visita
Abraço

Pena disse...

Oh, Talentoso e Simpático Amigo:
Um belo poema, fluido, cristalino como água límpida de sonhar.
Delicioso, o contexto de falar que anseios, conceitos e dúvidas existenciais..
As palavras são divinais feitas por mãos admiráveis de ouro puro e génio Admirável senssibilidade.
Simplesmente, lindo!

Abraço forte de amizade, de imenso respeito, estima e admiração

pena

FABULOSO!
OBRIGADO pela simpatia no meu blog.
Bem-Haja, amigo brilhante!

Pena disse...

Desculpe. Existem alguns erros ortográficos a que apelo à sua compreensão.
Houve preocupação no comentário, acredite?
Coisas que acontecem...

Abraço, genial amigo.
Com respeito imenso...

pena

Desculpe. Para a próxima terei mais cuidado, mas penso que se lê bem a intencionalidade do comentário que lhe quis transmitir com simpatia e admiração.
Bem-Haja!

Pena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Princesa disse...

Quero retornar à vida com alegria,
com amor no coração, amar e ter direito de sonhar!
obrigado pela visita
Um beijo

Heresias disse...

Bonito poema. De mãos dadas com o amor a vida fica mais fácil.
Saudações

Bandys disse...

Belo poema.
Pra viver um amor é necessario essas mãos dadas.

Beijos

Luísa disse...

hoje estou naufraga numa caravela cujos navegadores abandonaram os remos...Triste, diria!

O teu poema de hoje é liiiiiiiiiiiiiiiindo, como sempre!
Beijinho terno...

Gabriela Castro disse...

Olá! Passei para retribuir a visita e gostei muito daqui. Lindo o poema!
beijos