domingo, 26 de abril de 2009

SILÊNCIO


Há o silêncio das estradas
e o silêncio das estrelas
e um canto de ave, tão branco,
tão branco, que se diria
também ser puro silêncio.
Não vem mensagem do vento,
nem ressonâncias longínquas
de passos passando em vão.
Há um porto de águas paradas
e um barco tão solitário,
que se esqueceu de existir.
Há uma lembrança do mundo
mas tão distante e suspensa...

Há uma saudade da vida
porém tão perdida e vaga,
e há a espera, a infinita espera,
a espera quase presença
da mão de puro mistério
que tomará minha mão
e me levará sonhando
para além deste silêncio,
para além desta aflição.

Tasso da Silveira

14 comentários:

Eu disse...

Lindo! Como sempre a escolha veio a calhar com meu momento...
Um grande beijo, querido amigo!
Elida

Nanda Assis disse...

boa semana.

bjosss...

Angela Guedes disse...

Oi Eduardo!!!
"O silêncio é de ouro, e muitas vezes é resposta"
Uma semana de muita paz.
Abraços.
Angela

Valdemir Reis disse...

Obrigado! Obrigado! Obrigado! Olá Eduardo volto para agradecer por sua visita e também pelo seu gentil e amável comentário. Sinto-me feliz e honrado por sua amizade, muito gratificado pelo apreço que demonstra ao nosso trabalho. Obrigado mais uma vez por sua presença freqüente. James Greene costumava dizer; "Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho.” Confesso que é muito confortante ter bons amigos mesmo que seja virtual, não importa. Assim desejo tudo de bom para você. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Tenha uma semana recheada de muito brilho, sucesso, paz, saúde, bênçãos, proteção e alegria. Que Deus esteja presente em cada momento. Um fraterno abraço.
Valdemir Reis

Valdemir Reis disse...

Obrigado! Obrigado! Obrigado! Olá Eduardo volto para agradecer por sua visita e também pelo seu gentil e amável comentário. Sinto-me feliz e honrado por sua amizade, muito gratificado pelo apreço que demonstra ao nosso trabalho. Obrigado mais uma vez por sua presença freqüente. James Greene costumava dizer; "Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho.” Confesso que é muito confortante ter bons amigos mesmo que seja virtual, não importa. Assim desejo tudo de bom para você. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Tenha uma semana recheada de muito brilho, sucesso, paz, saúde, bênçãos, proteção e alegria. Que Deus esteja presente em cada momento. Um fraterno abraço.
Valdemir Reis

A cor da Imaginação disse...

É no silêncio que encontramos a serenidade que tanto queremos. Achei o texto lindo, mas silêncio as vezes não está associada a aflição.

Beijosssssss

Meg disse...

Eduardo,

de quantas nuvens se faz uma loucura?
é construída a mão que bate o prego?
as estações do corpo só revelam
o hábito eloqüente do delírio.
Romério RómuloUma boa semana

Um abraço

Verônica disse...

Obrigada pelas palavras de carinho...vc é sempre muito gentil.
Sabe que no silêncio, já gritei muitoooo, já sofri bastante, já amei desesperadamente...
No silêncio tive discursos intermináveis comigo mesma..
No silêncio...simplesmente me calei..

Tatiana disse...

Belíssimo poema!

Uma bela semana para o seu rico coração!

Beijos

Xana disse...

Aqui ficam os meus silencios , aqui ficam as minhas idas e voltas ao teu blog ;)

beijinhos e obrigado pelo lindo poema
feliz semana na companhia do teu grande amor

Parapeito disse...

...bonito este silèncio...lembrei partes de um poema cantado por Maria Guinot:
"às vezes é no meio do silêncio
que descubro o amor em teu olhar
...
"às vezes é no meio do silêncio
que descubro as palavras por dizer
...

Que chegue finalmente a mão que o segure e leve a sonhar.

Sandra disse...

Edu!
Muito legal a poesia referente ao silêncio
As vezes a vida pede para calar.
Abraços.
Sandra

neide disse...

Lindo poema, Eduardo.
As vezes é no silêncio que entramos as melhores respostas, a direção mais certa.
No silêncio também nos conhecemos melhor. É necessário para nosso próprio crescimento pessoal.

Bjss e uma semana iluminada.

Ana Lúcia Porto disse...

Uma estagnação almejando sonhar..., além do silêncio e da aflição...
Beijossss,
Ana Lúcia.