terça-feira, 19 de maio de 2009

A boca escura


Em cada vento vai-se uma palavra,
igual que cada sonho tem um nome;
e o movimento da primavera,
em sua viagem de volta no outono,
deixa atrás a linguagem que ela olvida.


Sempre a boca tem lábios novos.
Mas sempre é escura porque nunca
consegue o que muda: o testemunho
do tempo que se vai, não o que fica.


Um fogo inaugural, como uma estátua
que quisesse falar, as vozes de um metal
desconhecido dos homens, não
da montanha. E o dever do canto
formosamente relatar a árvore,
não a que vemos e sob a qual sonhamos,
senão a imagem que o rio carrega.

EDUARDO COTE LAMUS
(1928-1964)
Colombiano

9 comentários:

Cleo disse...

Profunda esta poesia, adorei a foto de vocês, linda.
Beijos e uma feliz quarta.
Cleo

(Carlos Soares) disse...

O vento e as palavras.Belo muito belo.Um abraço

Princesa disse...

No vendaval da Vida
Ter novo horizonte
Beber na doce fonte
Ver o nascer do sol
Limpar meu coração
Pegar um girassol
Ofertar aos meus amigos
Reviver a esperança
Feliz como uma criança
Vivendo essa emoção.
um beijo

Avassaladora disse...

Eduardo, bbelos poemas...
A gente chega aqui e fica a saborear cada um...

Amigo, bom conselho...rsrsrs

Lidar com o amor não é fácil... A gente sempre sai chamuscada...rsrsrs


Beijos avassaladores!

Lia disse...

Olá amigo Eduardo,
gosto do novo look do teu blog(a foto está linda) e adoro passear na poesia que deixas por aqui!Obrigada pelas visitas , passa lá no meu cantinho (hoje inspirei-me e postei o primeiro poema de minha autoria)Deixo um sorriso e um raio de sol.:0)

MEUS PENSAMENTOS disse...

olá eduardo a uma homenagem ao seu blog neste endereço:
blog en cantoshttp://encantosamigos.blogspot.com/
passa-la espero que goste!
um forte abraço marcia!

Nanda Assis disse...

.
_________@@@@@@@@__________@@@@
________@@@________@@_____@@@@@@@
________@@___________@@__@@@______@@
________@@____________@@@__________@@
__________@@________________________@@
____@@@@@@______@@@@@___________@@
__@@@@@@@@@__@@@@@@@_________@@
__@@____________@@@@@@@@_______@@
_@@____________@@@@@@@@@_____@@
_@@____________@@@@@@@@___@@@
_@@@___________@@@@@@@______@@
__@@@@__________@@@@@________@@
____@@@@@@_______________________@@
_________@@________________________@@
________@@___________@@__________@@
________@@@________@@@@@@@@@@@@
_________@@@_____@@@_@@@@@@@@
__________@@@@@@@@ @@@@@@
___________@@@@@_@
____________________@
____________________@
_____________________@
______________________@
_______________________@____@@@
_______________@@@@__@__@____@@
_____________@_______@@@____@@
______________@@@@____@__@@
______________________@
_____________________@

poetaeusou . . . disse...

*
o tempo carrega
o cantar do rio,
,
belo poema,
,
*

Olhar o mar disse...

esta onda de amizade que envio carrega palavras soltas para recolher sua poesia que seu blog transmite.

Um bom fim de semana
olharomar