sábado, 16 de maio de 2009

PROCURA-ME


Não me encontras?
É que não me procuraste!...
Procura-me atrás de tua sombra,
ou na retina de teus olhos claros.

Procura-me entre teus dedos,
ou em tua boca de sândalo.

Eu sou um sopro vivo
à tua vida arraigado.

Procura-me em teu quarto
entre teu sonho alado,
ou pela via rubra
daquele amor distante.

Por cima de teu orgulho,
nas flores azuis dos campos.
Eu estou dentro de ti
como um amor lacrado.

Que não me encontras, tu dizes?
Quando é em tu própria vida
que me perco...
É que não me procuraste!

CARMELINA VIZCARRONDO
(1906-1983)
Puerto Rico

16 comentários:

Conceição Duarte disse...

O amor muitas vezes é lacrado... Legal!
Boa madrugada pra vc, e bom domingo! CON

Luísa disse...

Só procura quem tem vontade de encontrar...
Belo poema!
Deijinho terno para um bom domingo!

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...no es buena armonia el orgullo en una relacion de amor ,pues siempre se saldra alguien perdiendo,precioso poema, felicidades desde mi alma jose ramon.

Udi disse...

...nem sabia que procurava e encontrei! Maravilhoso poema!
Obrigada pelo seu tão delicado comentário no Prozac.

Arantza G. disse...

Precioso poema.
Un gusto leer.
Besos

Anita Fonseca disse...

Quando o amor nos achar deixa-o entrar.

Bom domingo.

Abraços

Angela Guedes disse...

Olá Eduardo!!!
Vim aqui agradecer a sua constante visita e aproveitar para dizer- que bela postagen!!!
Uma otima semana.
Abraço
Angela

Izinha disse...

Oi,

lindo poema amigo, como sempre suas escolhas são perfeitas...

obrigada e uma semana lindinha prá vc!

bjos!

Uma aprendiz disse...

Bom dia, vim retribuir a visita.

Obrigada pela gentileza do comentário.

Lendo seu texto pensei em Deus.
Muitas vezes esquecemos de procurá-lo mas ele permanece em todas as coisas ao nosso redor. No sopro de nossas vidas. Dentro de nós.
Ele está lacrado em nossa alma.
Nos ajuda, nos ampara, nos cuida.
Só porque NOS AMA.
Esse é o amor maior.

Um lindo domingo pra ti e sua família.

Volte mais vezes no meu cantinho, sua presença me enche de alegria.

bj

Ana Lúcia Porto disse...

Sim, deixar perder um amor é deixar perder uma parte de você...

Beijos meu querido amigo, boa semana para você também...,
Ana Lúcia.
PS: Só hoje percebi a ligação da Sônia com você e vice-versa. É..., pelo visto a poesia está no sangue de ambos...

mariam disse...

Eduardo,

que maravilha este poema!
e os demais também!

belíssimas escolhas que generosamente partilha connosco :)

as imagens são lindas também :)

boa semana
um grande abraço e um sorriso :)
mariam

Efigênia Coutinho disse...

EDUARDO POISL
Boa noite, aqui estou para ler e ver as belezas que você posta, e mais feliz fiquei em ver sua homenagem a sua distinta Mãe,
PARABÉNS
Desejando uma boa semana,
Efigênia Coutinho

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EDUARDO, BELO POEMA... UMA ESCOLHA PERFEITA AMIGO... VOTOS DE UMA BOA SEMANA!!!
ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

O mar me encanta completamente... disse...

Parabéns por tanta beleza
e por deixar o amor sutil balançando o sininho da paixão!
Te ler é sempre um prazer
renovado.

Beijinho

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem presente la no blog pra vc.

beijooo.

Adrisol disse...

hermoso poema !!!!!!!!

felicitaciones, amigo....

un fuerte abrazo y buena semana