segunda-feira, 15 de junho de 2009

CHEIRO DAS MARÉS


O cheiro do mar tão perto
Relembra praia de ternas lembranças...
E eternas também...
Lembra o Príncipe das Marés...
Que retorna após longas viagens...
Que aporta depois do abandono...
Que traz conchas escondidas
E perfumes para o agora...
E eu, terra molhada,
Areia ressequida...
Abro os poros da fantasia.
E o príncipe traz sua sede
Para misturar-se à minha...
Traz seu cansaço para repousar no meu…
E faz cantos dos contos de fadas,
Pois à madrugada, somos crianças também.
Somos sombras revividas...
Luar em cantigas
Ritmo cadenciado nas marés...
E barcos sem porto e sem rumo
A navegar no abraço que acordou.

Ivone Zouain Zuppo

Imagens Eduardo Poisl

7 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Ola Eduardo,
Vim aqui deixar-lhe um beijo, e lhe desejar uma otima semana!
MARY

Rosemari disse...

Bela escolha, como sempre!
E essa música então?? maravilhosa!!

O Profeta disse...

Um areal morno acolheu
Teus passos ávidos da chegada
Caminhas na procura das marcas
De uma espera desencontrada

Calmaria!
A bonança reivindicou o Sol no celeste
Uniram-se os pedaços de rasgada vela
Tua alma retomou o sonho adiante


Boa semana


Abraço

Agulheta disse...

Eduardo. É nas praias do nosso esquecimento,que ficam as pegadas da nossa vida.
Beijinho e tudo de bom.

Olhar o mar disse...

Olá Eduardo,

Uma boa semana para vc e familia e um toque de amizade que te envio
deste outro lado do oceano
olharomar

Xana disse...

Que bom é o cheiro da maresia , da calma ou da agitação do mar, todo o envolvimento nos faz ser o que quisermos ser naquele momento :)
beijinhos e continua a dar-me poesia da boa.... e a tua poesia???? onde anda ela?

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...mar , sentimiento derramado dentro de ella y el viento siempre a favor mi querido amigo desde el alma que recibe tus palabras con cariño----jose ramon...---