terça-feira, 9 de junho de 2009


Esse amor é semente de raiz profunda
Tem vida no olhar, onde traz confiança.
É rio nascendo pra irrigar tua ternura
Se lança em teu chão, fertiliza a esperança.

Acreditando então, nesse rubro poente.
Viva esse amor tão saudável, e nutrido.
Que percorre límpido e livre tuas veias
Colha o viço palpável desses dias floridos

Esse amor que não pede juras eternas
Dócil, mas forte, que cresce entre espinho.
Transbordando a alma, irrigando o caminho.

Sazonado e frutífero, esse amor se rende.
Porque há tempos, no tear desse sentimento.
Acreditando bordou esse lindo “Pra sempre”.

Glória Salles
http://omarmencantacompletamente.blogspot.com/
Imagem Eduardo Poisl

7 comentários:

Sidney Ramos disse...

Olá mestre Eduardo:
Realmente esta planta para florir tem que ter raiz profunda.
O amor que renova não nasce no coração dos que tem mágoas mas sim alegria e esperanças.

Rosemari disse...

O amor sempre se rende aos encantos da poesia. Frutifica, irriga, fertiliza.
Um abraço Eduardo e bom feriado.

*Bela Poeta disse...

Oi Eduardo!
Lindo poema. Cheio de energia e bons sentimentos. É através deles que vemos as coisas de um modo mais simples, de se deixar viver e aproveitar todas as coisas boas ao nosso redor. Realmente refrescante para alma.
Seu blog está cada vez mais bonito. Parabéns! E, obrigada por sempre dar um pulo na *Bela e me deixar doces comentários. Leio todos e guardo com muito carinho no meu coração.
Um grande abraço a vc, a Sônia e a seus filhos.
Que a felicidade e o amor entre vcs durem por toda a eternidade.
Vanessa.

Mara disse...

Como sempre um cantinho para sentirmos paz de espírito e um infinito amor pelo que faz.
Obrigado amigo Eduardo por me conceder o privilégio de passar por aqui.
Beijão para você e sua família!
Bom Feriado!!!
Mara

Ana Lúcia Porto disse...

Beijos e bom restinho de semana...
Ana Lúcia.

Agulheta disse...

Amigo Eduardo! qual a coisa melhor na vida para uma grande raíz? O amor puroe verdadeiro,a coisa melhor que existe no mundo.
Beijinho e bons feriados.

Menina do Rio disse...

Amor que se rende ao amor...
Um belissimo soneto

Beijos pra ti