sábado, 11 de julho de 2009

PABLO NERUDA


1º Poema; Amor

Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo,
que solidão errante até tua companhia!
Seguem os trens sozinhos rodando com a chuva.
Em taltal não amanhece ainda a primavera.
Mas tu e eu, amor meu, estamos juntos,
juntos desde a roupa às raízes,
juntos de outono, de água, de quadris,
até ser só tu, só eu juntos.
Pensar que custou tantas pedras que leva o rio,
a desembocadura da água de Boroa,
pensar que separados por trens e nações
tu e eu tínhamos que simplesmente amar-nos
com todos confundidos, com homens e mulheres,
com a terra que implanta e educa cravos.

Pablo Neruda

2º Poema: A Noite na Ilha

Dormi contigo a noite inteira junto do mar, na ilha.
Selvagem e doce eras entre o prazer e o sono,
entre o fogo e a água.
Talvez bem tarde nossos
sonos se uniram na altura e no fundo,
em cima como ramos que um mesmo vento move,
embaixo como raízes vermelhas que se tocam.
Talvez teu sono se separou do meu e pelo mar escuro
me procurava como antes, quando nem existias,
quando sem te enxergar naveguei a teu lado
e teus olhos buscavam o que agora - pão,
vinho, amor e cólera - te dou, cheias as mãos,
porque tu és a taça que só esperava
os dons da minha vida.
Dormi junto contigo a noite inteira,
enquanto a escura terra gira com vivos e com mortos,
de repente desperto e no meio da sombra meu braço
rodeava tua cintura.
Nem a noite nem o sonho puderam separar-nos.
Dormi contigo, amor, despertei, e tua boca
saída de teu sono me deu o sabor da terra,
de água-marinha, de algas, de tua íntima vida,
e recebi teu beijo molhado pela aurora
como se me chegasse do mar que nos rodeia.

Pablo Neruda
Fotos Eduardo Poisl

12 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Edu,
Tudo indica que a amada Sônia, vai receber os "CEM SONETOS".
Linda declaração de amor.
Bjos aos dois

José Carlos Brandão disse...

Sonhando, embalado pelas imagens de Pablo Neruda... Bela companhia!

Abração.

Marina-Emer disse...

muy bella poesia de Pablo NERUDA...ME GUSTA MUCHO .
FELIZ DOMINGO
BESOS
MARINA

Alda do Crítica disse...

Meu amigo Eduardo, não conhecia estes versos de Neruda que com a sensibilidade da tua alma de poeta me brindou nesta manhã.

Que Deus te ilumine sempre assim nesta infinita doçura de alma.

Bom domingo e boa semana.
Alda

Bela disse...

Caro amigo,

É sempre bom vir visitá-lo e deparar com estes lindos poemas, adorei as fotografias também.

Um beijo e uma excelente semana

Pena disse...

Genial Amigo:
VOCÊ tirou-me tudo o que pudesse dizer...
Simplesmente...DIVINAL!
Uma poesia fabulosa, acredite?
Abraço respeitador e amigo

pena

Deixei-lhe algo na "Ilha".
Bem-Haja, extraordinário poeta amigo.

©tossan disse...

Em matéria de amor e familia, parece que tenho muito a aprender com esse casal muito bonito dessa Ilha. Neruda pra ela... Abraço

E fotografia, não deves nada a ninguém! Fotogras muito bem mesmo!

Isa disse...

Meu querido Amigo,gosto de Neruda.
Muito mesmo.
Mas alegra-me e comove-me,+ e + e +
o Vosso AMOR...
São tão puros,tão do peito q. já deitei uma lágrima. De Alegria por vocês.
Beijo.
isa.

Menina do Rio disse...

Dois poemas maravilhosos!
A noite, no silêncio da ilha, acordam os amores.

Deixo-te um beijo de boa semana

Anita (Menina-Flor-Mulher) disse...

Poemas que canta o amor, minha admiração por esse poeta é tremenda. Adorei suas imagens, ficaram sensacionais, que lugar lindo.

Boa semana para vc e sua familia.

Abraços.

Anita (Menina-Flor-Mulher) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra disse...

Oi amigo!
Te espero em curiosa.
curiosa atingiu seus 100 seguidores. Tem selo para vc.
Sandra