sábado, 22 de agosto de 2009

CUMPLICIDADE



Os teus olhos são uma tentação
para quem tem a nobre ousadia
de, neles espelhando o coração,
se deleitar com a divina alquimia

Neles se encerra a doce química
que ao desesperado dá alento,
quando, já sem a força anímica,
chegado julga o último momento

Quando te olho tenho a sensação
de te conhecer há uma eternidade
e de ter sobrevivido a uma paixão

que em mim jaz e ecoa na saudade
onde o amor renasce e colhe a solidão
que no teu olhar se faz cumplicidade...

Lud MacMartinson

10 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Que doce romântico! Linda a escolha de hoje.
te amo
beijo

Adolfo Payés disse...

Siempre es un gusto disfrutar de tus poemas..

Saludos fraternos
Un abrazo

Que tengas un buen inicio de semana

Brancamar disse...

Maravilhoso o poema e as fotografias. Adoro a última, sou apaixonada por zonas piscatórias, pelos seus barquinhos e redes.
BOm Domingo para si.
Beijinhos.
Branca

Cris disse...

Como sempre digo quando te vejo lá no Cris: a caixa de comentários ficou mais perfumada com tuas palavras acertadas, carinhosas.Obrigada.

Bela família. transmite o principal: amor.

Belo domingo, meu amigo.

HSLO disse...

Que lugar maravilhoso...lindo demais.


abraços


Hugo

HSLO disse...

Que lugar maravilhoso...lindo demais.


abraços


Hugo

Anita disse...

Olá amigo Eduardo,

Cometi um pequeno descuido, ao clicar em publicar seu comentário, cliquei em recusar, peço desculpas e espero que comente de novo, que será um prazer

Bjs e bom domingo.

Ricardo Calmon disse...

"que teu olhar se faz cumplicidade"..belo meu bom Eduardo,vociferrar amor amalgamado,eterno enquanto chama houver!

Huhuuuuuu LINDÔ!

VIVA VIDA!
Te abraço poeta assim como a esse flamejante amor!

Paula Raposo disse...

Muito bonita a cumplicidade! Gostei de ler. Beijos.

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindas palavras.
Abraço
Mer