sábado, 19 de setembro de 2009

CAMINHO



Você disse que o amor valia a pena,
que era uma síntese de palavras
cortadas e que eu nao deveria
ter medo... eu não quis acreditar
quando me disse isso e saiu
maldizendo as coisas e se
arrependendo de tudo, da
droga do futuro que nao veio
e nunca iria chegar, era cegar
meus olhos e tapar meus
ouvidos, meus gemidos em
gritos loucos... você nao me
entendeu, escureceu numa
tarde calma de verão e eu tinha
só o inverno dentro de mim...
não era só transpor, traduzir um
verso antigo, um texto desconhecido...
você escqueceu de traduzir a mim quando
disse que me entendia, mas não
conseguiu sequer ler uma letra
do meu caminho...
eu sempre ando sozinho...

Arruda bonfáh

14 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

As imagens estão lindas, com certeza aproveitou esta tarde de sol maravilhoso! O poema é muito bonito, mas traz à tona estas coisas que ficam sempre no ar, coisas que ninguém compreende porque são só nossas, não há tradução...mas enquanto houver amor, há compreensão, aceitação, principalmente o aceitar que somos desiguais e fazer disso um motivo ainda mais presente para amar no sentido verdadeiro e mandar esta sensação de estar sozinho embora...
te amo
beijos

*** Cris *** disse...

Olá,td bem? Obrigada pelo carinho no meu blog, desejo a vc um lindo fim de semana.
Adorei suas fotos!
Bjs!

Pena disse...

Fabuloso Poeta Amigo:
Um caminho precioso que maravilha numa deslumbrante magia expressa em admirável poesia.
"...só o inverno dentro de mim...
não era só transpor, traduzir um
verso antigo, um texto desconhecido...
você esqueceu de traduzir a mim quando
disse que me entendia, mas não
conseguiu sequer ler uma letra
do meu caminho...
eu sempre ando sozinho..."

Quanta entrega fantástica. Plena. Extraordinária.
Sublime!
Parabéns sinceros.
Abraço amigo.
Com respeito e estima constantes pela seu gigante e precioso valor.

pena


Enorme. Puro. Sensível.
Excelente. Adorei!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EDUARDO, MAGNIFICAS FOTOS... UM POEMA DELICIOSO... ADOREI AMIGO!!!
VOTOS DE UM BOM DOMINGO... ABRAÇOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Victor Gil disse...

Amigo Eduardo.
Permita-me que o trate por amigo, porque é assim que eu desejo que seja daqui para a frente: um amigo. Já o conhecia através do blog da Sonia, mas ainda não tinha descoberto os teus blogs. Se calhar por preguiça, descuido ou desconhecimento da sua existência. Já conhecia as excelentes fotos que apareciam no blog da Sonia, porque realmene são excelentes mesmo. Agora que o descobri, vou tornar-me um seguidor atento e admirado com as belezas que nos apresentas. São muito bonitos os sítios por onde vocês dois passeiam.
Um abraço e muita consideração
Victor Gil

Arantza G. disse...

Buena elección. Son versos lindos
Buena semana llena de amor.
Besos

Agulheta disse...

Querido amigo. O poema é delicioso como sempre nos tens habituado,as fotos magnifícas.
Beijinho e boa semana.

Nanda Assis disse...

adoro os poemas daqui. bom domingo.

bjosssss...

HSLO disse...

Eu quero pegar esse caminho...perfeito texto


abraços


Hugo
Nosso-Cotidiano

elvira carvalho disse...

Lindas as imagens. Gostei do poema.
Arruda Bonfáh ? É brasileiro?
Um abraço e uma boa semana

Everson Russo disse...

Belissimas imagens e belissimas palavras...abraços amigo e uma bela semana de paz e poesia

www.olivrodosdiasdois.blogspot.com

Ana Maria disse...

Acontece muito com a gente;
somos mal interpretadas, nossas palavras às vezes ficam soltas ao vento na expectativa de alguém encontrá-las.
Um beijinho no seu coração!

Maria L. Bózoli disse...

VERSOS LINDOS DE ARRUDA BONFHÁ.

Você disse que o amor valia a pena,
que era uma síntese de palavras
cortadas e que eu nao deveria
ter medo... LINDÍSSIMOOOOOOOOOOOOOO

AMO VIR AKI SABOREAR ESTES VERSOS!


PAZ NESTA SEMANA E BEIJOS MEUS!

M@RIA

Layara disse...

É, menino as vezes é isso, não entendemos que alguém não nos entenda, quando nem nos mesmos nos entendemos...parece confuso e é confuso as vezes quando tentamos nos entender...

Um beijo do meu HOrizonte!

ótima semana!

[essas imagens são tudo de bom!!!]