terça-feira, 1 de setembro de 2009

ESCUTA-ME



Não digas nada...
fica em silêncio,
enquanto me ouves dizer
que não quero viver sem ti.
Fica em silêncio e escuta-me
quando te digo
que te quero para sempre,
que te tenho no fundo de mim
entre doces e meigas palavras.
Não quero que digas nada
porque apenas te quero reter
na minha vontade de te amar.
E se quiseres dizer alguma coisa
diz-me só
que te queres perder dentro de mim
para que eu te possa guardar,
para sempre,
no calor do meu corpo.

Gabriela
http://semeiranembeira.blogs.sapo.pt/

14 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Mesmo que outra pessoa tenha escrito, sinto como se fossem palavras tuas porque conheço teu pensar. São doces e lindas palavras! Estas imagens estão lindas também.
te amo
beijo

tossan® disse...

Bela troca declarações de amor!
Esta voou bem perto, belas fotos! Abraço

Andresa disse...

Que lindo e doce esse poema, que nos toca profundamente.
Um minuto de silencio so para ouvir... so para falar.... neste minuto de silencia as palavras serão guardadas eternamento no coração..

Amei

Um grande abraço
Andresa Araujo

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Olá Eduardo,

As suas poesias são sempre divinais.
Quanta ternura, quanto amor, quanto doçura e fervor.

Obrigada
Na casa do Rau
Fernanda Ferreira

Fran disse...

Poesia lindíssima!

Beeijos!

Rach disse...

passei só para dizer que adoro as fotos e que desejo um resto de semana fantástico ;)
um beijinho*

Mundo Animal. disse...

::: (\\_(\\
*: (=“ :“) :*
•.. (,(““)(““)¤°.¸¸.•´¯`» GENIAL POEMA EDUU GRACIAS POR ESTAR EN MUNDO ANIMAL.

Mundo Animal. disse...

::: (\\_(\\
*: (=“ :“) :*
•.. (,(““)(““)¤°.¸¸.•´¯`» GENIAL POEMA EDUU GRACIAS POR ESTAR EN MUNDO ANIMAL.

Paula Raposo disse...

E tudo seria muito mais belo se fosse assim! Muito bonita a partilha do poema.
Fotos também lindas. Beijos.

Graça Pereira disse...

Um modo simples e bonito de falar de amor! Um bj Graça

Anabela disse...

Escutar... um voo silencioso das palavras que não se disseram... um voo silêncioso dos sentidos pela emoção irracionalizável

Escutar... o voo silêncioso da alma pelo indizível

óptima escolha na ilustração e nas letras

HSLO disse...

Nossa...amigo...esse texto, essas imagens...perfeito tudo.

Gostei demais.


abraços

Hugo

Alma de Poeta disse...

Fui agraciada com um SELO DE OURO, o qual me incumbe de distinguir alguns dos blogs que mais aprecio, daí a escolha ter recaído no teu blog.


Se tal pretenderes, deves passar pelo meu blog para ir buscar o selo e também deves nomear até 15 blogs, ao quais, deverão nomear outros tantos se assim o entenderem,

Para ti deixo um beijinho, desejando que continues fazendo deste teu blog um lugar muito aprazível de se visitar.

Isabel “Alma de Poeta “