quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MADRIGAL MELANCÓLICO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


O que eu adoro em ti
Não é sua beleza
A beleza é em nós que existe
A beleza é um conceito
E a beleza é triste
Não é triste em si
Mas pelo que há nela
De fragilidade e incerteza
O que eu adoro em ti
Não é a tua inteligência
Mas é o espírito sutil
Tão ágil e tão luminoso
Ave solta no céu matinal da montanha
Nem é tua ciência
Do coração dos homens e das coisas
O que eu adoro em ti
Não é a tua graça musical
Sucessiva e renovada a cada momento
Graça aérea como teu próprio momento
Graça que perturba e que satisfaz
O que eu adoro em ti
Não é a mãe que já perdi
E nem meu pai
O que eu adoro em tua natureza
Não é o profundo instinto matinal
Em teu flanco aberto como uma ferida
Nem a tua pureza. Nem a tua impureza
O que adoro em ti lastima-me e consola-me
O que eu adoro em ti é a vida!

Manuel Bandeira

12 comentários:

Eliana disse...

BOA NOITE, Eduardo

Que escolha linda. Amei.

Um abençoado dia para vocês,
Fiquem com Deus,

tossan® disse...

Você e Manuel Bandeira fazem uma bela dupla! Abraço

Sonia Schmorantz disse...

Lindíssimo! Eu nem saberia comentar mais, porque o texto por si só é uma maravilhosa declaração.
beijos, te amo

Rosemari disse...

Que delícia ler Manuel Bandeira assim logo pela manhã. Adorei!
Tenha uma excelente quinta feira.

MPereira disse...

Versos lindos exaltando avida e a simplicidade do belo

Abraço

FOTOS-SUSY disse...

OLA EDUARDO, BELISSIMAS FOTOS COM UM EXCELENTE POEMA DE ( MANUEL BANDEIRA )...VOTOS DE UM BOM DIA!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Graça Pereira disse...

Vogar neste lindissimo barco, sobreas águas, atirando madrigais á amada, que mais se pode desejar?
Um feliz fds para os dois na ilha dos amores, Um beijo Graça

Marta Vasil disse...

Feliz escolha Eduardo, palavras a darem vida à VIDA.
Beijinho

Martinha disse...

Esse poema é quase como uma diferença entre corpo/mente, sendo que o que realmente fascina a esse sujeito é a mente. :P
Beijo *

Andresa disse...

A beleza realmente está no interior de cada um. Cada ser tem sua beleza especial e única.
Parabens
Andresa

AMARIS disse...

Eduardo...sempre passo por aqui pra me deliciar com as fotos e os lindos poemas que voce expõe.

Escrevo pra alguns jornais dando dicas de turismo, se voce não se importar e autorizar eu poderia
"roubar" algumas fotos de Floripa, claro, dando os devidos créditos?
(fique a vontade para falar não, se quiser)

Grata e um abraço

Damáris

Paula Raposo disse...

Gosto do Manuel Bandeira. Gosto das fotos. Fica difícil comentar tudo o que é belo...beijos.