domingo, 25 de outubro de 2009

ACONTECEU

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Aconteceu quando a gente não esperava
Aconteceu sem um sino pra tocar
Aconteceu diferente das histórias
Que os romances e a memória
Têm costume de contar
Aconteceu sem que o chão tivesse estrelas
Aconteceu sem um raio de luar
O nosso amor foi chegando de mansinho
Se espalhou devagarinho
Foi ficando até ficar
Aconteceu sem que o mundo agradecesse
Sem que rosas florescessem
Sem um canto de louvor
Aconteceu sem que houvesse nenhum drama
Só o tempo fez a cama
Como em todo grande amor

Péricles Cavalcanti

9 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Aconteceu assim mesmo, sem hora marcada, sem previsão, e foi chegando e ficando...
te amo
beijo

Arantza G. disse...

Las situaciones suceden...
La vida sucede...
Besos feliz ssemana

RosanAzul disse...

OLÁ EDUARDO!
SOBREVOANDO TEU ESPAÇO, POUSANDO MEU ABRAÇO!
SEMPRE LINDAS TUAS POSTAGENS! PARABÉNS!
BOA SEMANA!! ROSANA

neide disse...

Eduardo meu amigo, passando rapidinho pra lhe desejar uma linda semana.

Bjssss

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Eduardo,
Lindíssima essa poesia!!
Enfim, o amor simplesmente apareceu, sem subterfúgios...
Beijos e uma boa semana para você e a Sônia,
Ana Lúcia.

Martinha disse...

O amor verdadeiro acontece quando menos esperamos. E esse é o único! :) *

Paula Raposo disse...

Adorei este poema!! Belo! Beijos.

direitinho disse...

A nossa imaginação cria as personagens perfeitas, talhadas mesmo à nossa medida.
Na realidade nunca são perfeitas.
Este sonhar poético do Mário Quintana é maravilhoso. Com ele também sonhamos e aceitamos como verdade pessoal

Everson Russo disse...

Saudade é sempre um bom alimento pra alma, pro coração, as vezse ela fica, as vezes ela se vai...abraços amigo e uma bela semana pra ti.