segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PRESENÇA

Clique nas fotos para ver no tamanho real


É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...

É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo...

Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...

Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

(Mario Quintana)

13 comentários:

José Ramón disse...

Olá histórias interessantes. Saudações

Eliana disse...

BOM DIA, Eduardo

Seu blog é lindo também, porque você o faz com Amor.

O que faz a diferença nos blogs ou em qualquer outra coisa que é feita com Amor, mas alguns acham lindo, outros não, é o gosto de cada um. Por isso não devemos nunca dizer que algo é feio e sim: "não faz o meu gosto."

Hoje você pode dizer esta frase e amanhã mudá-la, pois eu já usei tanto esta frase para muitas coisas e hoje já não uso mais.

Este meu caminho me ensinou a nunca dizer que desta água não beberei.

Um abençoado dia para vocês,
Fiquem com Deus,
Abraços,

Lia disse...

Olá Eduardo,

sempre com poesia de encantar!;0)
Venho agradecer o teu carinho lá no meu cantinho ah,estiveste em Moçambique?!- Reparei que tens uma foto de lá - nasci em Moçambique vivi lá muitos anos!:0)
Um beijo* (da amiga do lado de cá)

Lia

RETIRO do ÉDEN disse...

Bonitas fotos.

Palavras cheias de sentimento, com a "presença" necessária de Mário Quintana.

Abraço
Mer

Londrivinus disse...

Adorei o seu blog parabéns muito lindo.
um grande abraço

Elisia

http://londrivinusrepresentacoes.blogspot.com/

esse é meu blog

gaivota disse...

que palavras lindas, como de costume, das mãos de quintana... e as fotos!
parabéns
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo
que belo casamento
entre o dom de quintana
e o que as fotos emana
marcando a tua presença .
,
um abraço,
,
*

elvira carvalho disse...

Sou uma apaixonada pela poesia de Mário Quintana. Fotos maravilhosas.
A primeira já a vi no blog da Sónia e chamou-me a atenção pois me parece familiar.
Um abraço

Graça disse...

Eduardo,
como professora de literatura, um de meus poetas preferidos é, sem dúvida nenhuma, o querido Mário Quintana.
Seu blog é muito rico, encantador e informativo!
Volto para poder 'viajar' por ele!
Abraços.

neide disse...

Eduardo, ler essa poesia de Mario Quintana belíssima vendo essas fotos é sem dúvida uma viagem maravilhosa.

Boa semana.

Bjsss

Fernanda disse...

Amigo Eduardo,

Simplesmente magnífica.
Aprendi a apreciar o vosso Mário Quintana.

Todo o poema é uma delícia mas a parte final é tão verdadeira...

"Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te."

Um abraço,

Ana Maria disse...

Amo Mário Quintana!
As fotos são magníficas!
Beijinhos no seu coração.

in natura disse...

Eduardo, obrigado por ser um dos primeiros a visitar o meu blog. Gosto muito dos seus e confesso que não tenho muito tempo para comentar, mas aqui vou vir sempre.
Você foi à Africa? Belas fotos. Bejuss