terça-feira, 27 de outubro de 2009

METÁFORA DA ESTRELA

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Preciso navegar na flor dos ventos.
Sem rios sou poesia de concreto
e perco a rima maga do quarteto,
que chega à minha foz a passos lentos.
Preciso naufragar no branco e preto.
Sem eles perco o sol e os pigmentos
que enfeitam as palavras e os acentos,
da mágica das linhas do soneto.
Preciso dos silêncios de uma estrela!
Sem eles sei, jamais posso revê-la,
e a estrada perde o encanto da alvorada...
E sigo a perseguir essa metáfora!
O tempo passa e nunca mudo a tática,
pois sei que na palavra encontro a estrada.

(Nathan de Castro)

10 comentários:

Eliana disse...

BOA NOITE, Eduardo

Lindíssimo !

"Preciso dos silêncios de uma estrela!
Sem eles sei, jamais posso revê-la,"

Uma abençoada noite e uma linda quarta-feira para vocês,
Fiquem com Deus,
Abraços,

Graça disse...

Tudo maravilhoso por aqui...

Nanda Assis disse...

tudo lindo e perfeito.

bjosss...

FOTOS-SUSY disse...

OLA EDUARDO, BELISSIMO POEMA...AS FOTOS ESPECTACULARES COMO SEMPRE...VOTOS DE UM OPTIMO DIA!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Sonia Schmorantz disse...

Nossas escolhas fazem a diferença não é? Aqui está tudo maravilhoso.
te amo
beijos

Anabela disse...

Não dá mesmo para ir mais longe :) Nathan Castro disse tudo

E sim, as nossas escolhas fazem toda a diferença.

Tudo de bom para os 2

RETIRO do ÉDEN disse...

Belas fotos que indiciam muita paz e serenidade.

Palavras belas, mais parecem uma agradável melodia.

Forte abraço
Mer

(Carlos Soares) disse...

"Nas palavras,encontro a estrada". Aí já disse tudo. Parabéns

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eduardo.

"Preciso naufragar no branco e preto.
...pois sei que na palavra encontro a estrada."

Muito lindo! :-)

********






TENHA UM EXCELENTE FIM DE SEMANA!






♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Gabi disse...

Naufragando podemos perder-nos, ou pelo contrário pode significar encontrarmo-nos duma forma muito mais profunda. Lindíssimo, como sempre. Um beijo grande, e aproveito também para convidá-lo a conhecer meu novo blogue: bipolaridades.