sábado, 3 de outubro de 2009

SONHO COSTUMEIRO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Eu sonho-te nas ramas das videiras
como frutos dos vinhos de venturas
em rebentos de graças costumeiras
que me lavam de brisas e ternuras.

E vejo como sonhos de pastora em
tanges de mim sentidos já remidos
e me levas em sombras protetoras
à ravina de amor dos teus abrigos.

E tenho-te nas heras dos penedos
meu pássaro cantor que a ti visita
nos jardins de secretos arvoredos
onde teu sonho de mulher habita.

E fico em ti como o destino antigo
tocado para mais além da história
onde soubeste que sonhar comigo
seria o amor deixado na memória.

Afonso Estebanez

9 comentários:

Eliana disse...

BOA NOITE, Eduardo

"E fico em ti como o destino antigo
tocado para mais além da história
onde soubeste que sonhar comigo
seria o amor deixado na memória."

Muito linda esta poesia.

Teu espaço é nota 1000. Parabéns !

Um abençoado domingo para todos vocês,
Fiquem com Deus,

direitinho disse...

Olá Amigo Eduardo
Sempre com boa poesia e fotos fantásticas.
Isso é pôr do Sol ou madrugada...?
Mais parece uma pintura onde as cores se reflectem nas águas calmas dessa lagoa.
Um abraço na saudade dos poetas que se perdem na beleza imaginária.

Marina-Emer disse...

muy bonito blog al entrar y muy bonita poesia ...buen domingo amigo ...tienes unas fotos muy lindas .
abrazos
Marina

Paula Raposo disse...

Fotos lindas! Um poema lindo, também. Obrigada pela partilha de tanta beleza! Beijos.

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Passando para desejar um excelente dia!

Beijoss fica com Deus!

Isa disse...

Gostei do Poema.
Mas as suas fotos...continuam a enfeitiçar!!
Beijo.
isa.

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO EDUARDO, FOTOS E POEMA EM SINTONIA PERFEITA AMIGO... ADOREI!!!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Fernanda disse...

Olá Eduardo,

Hoje é um daqueles dias que não só me comovo mas choro mesmo...tenho o coração em cacos e doi demais.
Sabe bem ler as suas poesias, esta em especial, que fala de um amor que fica só na memória.

Obrigada
Abraço
Fernanda (Ná)

O mar me encanta completamente... disse...

Oi Eduardo,
Sempre um encanto visita-lo,
viajar nas imagens e nos sonhos,
sonhados com tamanha emoção.

Bjo