sexta-feira, 16 de abril de 2010

FALAR DE AMOR

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Para falar de amor é preciso entender
o que sente a semente quando entra na terra
e se transforma em flor.
É preciso sentir a emoção das folhas
quando o vento beija lento suas partes mais íntimas...
e por que a árvore estremece
quando o orvalho desce pelo seu tronco áspero
fazendo carícias ousadas nos seus galhos nus.
É preciso entender a lua solitária e fria desejando o calor do sol...
É preciso entender o sol luminoso e inatingível
perdendo-se no seu brilho sem saber o que fazer.
É falar desses rios que não param nunca.
É falar desse mar que não se acalma.
É falar das estrelas que não se apagam.
É falar de tudo que é natural,
eterno e essencial para a vida...

http://picasaweb.google.com/

10 comentários:

direitinho disse...

Para falar de amor é preciso entender

Muito agradável este poema.
Vamos caindo por dentro dos sentimentos.

Lou Alma disse...

Gostei imenso deste poema, já para não falar das fotos que estão fantásticas. O amor é mesmo assim tão sensual e belo como a própria natureza em estado selvagem. Um optimo fim-de
-semana. Beijos para ti.

MARIA L. BÓZOLI disse...

"Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!" (Bob Marley)

Feliz Sábado......Poesia & Sonhos!

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
fotos e poemas lindissimos.

Beijinhos
Sonhadora

IT. disse...

Falar de amor é....
deixar livre o pássaro que existe dentro de nós....
Falar de amor é.... amar, simplesmente.

Um final de semana rico em amor.
IT

M@ria disse...

Há pensamentos que são orações.
Há momentos nos quais,
seja qual for a posição do corpo,
a alma está de joelhos.
.
Victor Hugo

BOM DOMINGO......Amor & Paz!!

Cecília disse...

Lindo e intenso!
Pra falar de amor é preciso amar.

Beijos

Pérola disse...

Falar de amor é bom,mas só falar ñ basta é preciso entende-lo.
Amei a sua postagem.
Parabénsssssss.
Um beijo grande.

Juci Barros disse...

Com toda sinceridade foi um dos textos mais lindos que li. Beijo.

"Cantinho Poético" disse...

"A solidão é como o vento, vai e volta. O amor é como o ar que respiramos, está sempre presente."

E cá estou eu a agradecer sua presença que tanto alegria me trás.

Uma semana de muito Amor e Paz!