quarta-feira, 26 de maio de 2010

TEUS VERSOS EM MIM

Queria teus versos para mim!
Como quem deseja as gotas da chuva na face,
E sente percorrer a suavidade de sua textura...

Queria teus versos, todos assim!
Como quem precisa do perfume das flores,
Da brisa da manhã, que corre pela janela adentro.

Queria teus versos, todos, sim!
Para enfeitar de um colorido em arco-íris
O céu azulado, que protege todo o meu dia.

Queria teus versos, todos, por fim!
Inusitados, porém, de tal forma, amáveis,
Num desejar sem receios absortos.

Queria teus versos todos, enfim!
E os queria assim, de uma forma faceira.
Nas gotas da chuva, corriqueiras,
Na brisa serena, soprando orvalhos.

Eritania Brunoro
Publicado no Recanto das Letras em 22/07/2009
Código do texto: T1714155 
 

5 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Bonitos versos... hoje para mim.
Obga.
Abraço
Mer

Branca disse...

...quero sempre versos assim!!!
Bela escolha!

Tenha um excelente dia!

Dora Regina disse...

Quanto tempo não vinha aqui... Que saudades de ler as lindas poesias que postas aqui.
Grande abraço cheios de paz e luz!

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Lindissimo poema, como sempre.

beijinhos
Sonhadora

M@ria disse...

Aos que me são queridos, deixo as coisas pequenas. As grandes são para todos.

Rabindranath Tagore

Beijos e abraços...M@ria