segunda-feira, 28 de junho de 2010

ASA NO ESPAÇO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Asa no espaço, vai, pensamento!
Na noite azul, minha alma, flutua!
Quero voar nos braços do vento,
quero vogar nos braços da Lua!

Vai, minha alma, branco veleiro,
vai sem destino, a bússola tonta...
Por oceanos de nevoeiro
corre o impossível, de ponta a ponta.

Quebra a gaiola, pássaro louco!
Não mais fronteiras, foge de mim,
que a terra é curta, que o mar é pouco,
que tudo é perto, princípio e fim.

Castelos fluidos, jardins de espuma,
ilhas de gelo, névoas, cristais,
palácios de ondas, terras de bruma,
... Asa, mais alto, mais alto, mais!


Fernanda de Castro

5 comentários:

Lígia Rosso disse...

Bela postagem...oh que esse mar aí dá uma saudade do verão! Por qui tá um frio daqueles! Grande abraço pra ti Eduardo!

serpai disse...

Excelentes versos acompanhados por melhores fotos.

Estou feliz de poder passar pelo teu blog para dizer-te que tens no meu uma entrada referente à amizade entre pessoas de diferentes países e, se quiseres, um selo referente à mesma, que foi criado pensando em pessoas como tu, pois, ainda que não te conheça pessoalmente, considero-te entre meus amigos também.

Cumprimentos

Sergio.

RETIRO do ÉDEN disse...

Uma beleza.
Abraço
Mer

gaivota disse...

que linda foto! parece portugal...
é o cheiro do mar!
beijinhos

Brancamar disse...

Um praíso de imagens e palavras, sempre aqui presente.
Obrigada pela partilha de tão bela poesia, Eduardo e pela sua arte e bom gosto.

Deixo beijinhos
Branca