sábado, 26 de junho de 2010

POENTE !

Clique nas fotos para ver no tamanho real


Eram horas...
A tarde já se debruçava no horizonte,
E o faroleiro já caminhava para o farol,
A noite já sorria do outro lado,
Acompanhada de um cordel de estrelas,
Eram horas...
A lua se enchia cada vez mais,
A cotovia já dera seu primeiro piado,
O mar já silenciara sua fúria,
E a preocupação tomava conta de meu ser,
Eram horas...
Marcáramos ali perto das dunas,
Na areia branca tal e qual a pele tua,
E tu não vinhas já fazia alguns minutos,
Em meu coração parecia eternidade,
Eram horas...
E tu chegastes feito garça no banhado,
Vestido brando e sorriso ensolarado,
Cabelos soltos só para me atiçar mais,
Abraço quente e beijo com frescor de noite,
Eram horas...
Fizemos ninho e nos amamos loucamente,
A galope, vagarinho ao sol nascente,
Repetindo e dividindo nossas sementes,
Como se fora a ultima hora desse poente.


Santaroza

10 comentários:

"Cantinho Poético" disse...

Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente

Clarice Lispector

Bom Domingo...Saudações poéticas! M@ria

Sônia Silvino disse...

Boa noite, meu bem!!!
Venho para deixar uma beijoca carinhosa!
*************************************************
E este poema para você

"AMIGOS, ANJOS E FLORES

Assim são os amigos...
Assim são os amores...

De tanto esperar... De tanto vagar... De tanto chorar...

Hoje percebo que sozinha... Já não estou...
E hoje ao despertar nesta linda manhã...
Senti um gostoso aroma de flores...
Senti a presença dos anjos...

Novamente abro minha janela... Da alma e coração...
E por ela vejo meus amigos...
Que mesmo sendo do virtual...
Apoiaram-me nas horas de solidão...

Recebo sorrisos palavras de alento...
E cercada de anjos percebo que...
Sozinha eu nunca estarei...

Hoje mais do que nunca confio...
Na sabedoria extrema do Universo...
Onde anjos de luz me guiam...

Com toda a profundeza e nobreza...
Da dádiva divina que é o amor...

Eu tenho amigos poetas...
Tenho amigos e amigas aqueles das horas incertas em dias de batalhas, "brigas"...
Conto com amigos poetas!...
Eles vêem em tudo amor...
Não me aconselham, escutam são meus amigos...

E ao clamor! Estão comigo e labutam (trabalhar duro e com perseverança)...

Amigos poetas se calam...
Me ensinam com a poesia as palavras as vezes falham...

Harmonizam em melodia Na melodia poética dos versos e dos sentimentos...
Nem tudo segue estética e se refazem nos "lamentos"

Poetas escrevem das dores amores, da lua, do dia...
falam de estrelas, de flores encantam, trazem alegria... "

Desconheço a autoria.

*****************************************************

SÔNIA SILVINO'S BLOGS

VÁRIOS TEMAS & UM SÓ CORAÇÃO

****************************************************

RETIRO do ÉDEN disse...

Venho agradecer suas palavras que encheram o meu coração domingueiro.
Este poema foi uma delícia para os ouvidos/sentidos e as fotos para o olhar.
Beijos e abraços para Eduardo e Sônia...sejam felizes.
Mer

Luís Coelho disse...

Gostei desta escolha de Domingo.
Santorsa tem poemas cheios de vida.
Tantas vezes nem vemos a hora e desperdiçamos o tempo.

HSLO disse...

Belo escrito...

abraços
de luz e paz


Hugo

LHÚ WEISS disse...

Olá amigo!é uma delícia passar por aqui! sempre viajo nas tuas imagens! fotos lindissímas! Obrigada por passar em meu blog, adorei! ótima semana para você também!
Abraços
Lhú Weiss

Arnalda Rabelo disse...

Boa noite Eduardo!

É sempre uma doce surpresa receber sua vista e comentário em meu blog.

" Amigos são estrelas azuis,são pontinhos de luz"...

Abraços com ternura

Arnalda Rabelo

Chica disse...

MARAVILHA,EDUARDO!Que lindas fotos!Poesia,DEZ! abração, linda semana,tudo de bom,chica

Lígia Rosso disse...

Boa noite meu querido amigo Eduardo! Saudades de receber teus comentários e de visitar teu blog. Estive meio ausente do mundo virtual pois estava sem computador. Mas agora está tudo normalizado, graças a Deus! Teu blog está cada vez melhor e encanta a gente! Obrigado por nos proporcionar reflexões e poesia neste espaço virtual tão especial. Grande abraço e tudo de bom pra ti e para a Sônia. Saudades! Fiquem com Deus!

Ivana Marisa Altafin disse...

Boa noite Eduardo,

Obrigado pela visita, e realmente, qualquer que seja o relacionamento, tem que existir reciprocidade, afinidade e respeito. É como uma plantinha, temos que regar sempre, para crescer bonita e viçosa. Fico feliz quando venho aqui e vejo você e a Sônia, porque vocês transmitem amor, respeito e felicidade, muito raro hoje em dia. Uma semana maravilhosa para você!