quinta-feira, 1 de julho de 2010

FALLING STARS

Eu quero ver no fim do por do sol,
Em qual montanha se esconde o luar,
Se no final daquela tarde eu vou,
Em outro inverno te encontrar,
Se o amor se perdeu no céu,
Ou desapareceu no mar,
Porque as estrelas caem no jardim,
Onde é o inicio o meio e o fim,
Como é quebrar os espinhos e deixar,
Nascer de novo a poesia e o sim,
Do que um dia foi amor em mim.

By Everson Russo
http://olivrodosdiasdois.blogspot.com/

5 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

Dia a Dia as fotos são mais belas e os poemas escolhidos são cada vez melhores.
Parabéns
Abraço
Mer.

LOURO disse...

Olá Eduardo!

Fotos de encantar,e um lindo poema acompanhar...Parabéns!!!

Bom fim de semana,
abraço
Lourenço

tossan® disse...

Gosto do poema e das fotos mais ainda. Fantásticas!

PS: O meu photoshop venceu e estou apanhando

Ana Martins disse...

Boa noite Eduardo,
Lindíssimo este poema, conheço bem o blog de Everson Russo e também aprecio a sua poesia.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

És tu a Primavera que eu esperava,
A vida multiplicada e brilhante,
Em que é pleno e perfeito cada instante.


Sophia de Mello Breyner Andresen

Te desejo um Sábado de alegrias M@ria