domingo, 23 de janeiro de 2011

TENHO UM AMOR

Tenho um amor fresco e com gosto de chuva,
e raios e urgências.
Tenho um amor que me veio pronto.
Assim, água que caiu de repente.
Nuvem que não passa.
Me escorrem desejos pelo rosto, pelo corpo.
Um amor susto.
Um amor, raio trovão fazendo barulho.
Me bagunça.
E chove em mim todos os dias.

Caio Fernando Abreu

11 comentários:

Luís Coelho disse...

E chove em mim todos os dias.

Graças a Deus que chove dentro de nós todos os dias e que esse amor nos vem ensinando a viver.

LOURO disse...

Olá Eduardo!
Lindas fotos,com um texto sublime.
gostei!!!

Abraço
Lourenço

M@ria disse...

Um Poeta, quando fala às estrelas
Elas atenciosamente escutam.
Não questionam e jamais refutam
O que o poeta tem para dizê-las.

Jenário de Fatima

Beijos & Flores! Feliz Semana!M@ria

sarah disse...

Oi, eduardo, tudo bem ? Quanto tempo! Quer dizer, nem faz tanto tempo assim USHAUSHAUSHUAHS! Como está aí na praia ? pegando mto sol e bebendo mto cerveja ? Bem, eu tenho um texto novo no meu blog, caso vc queira ler, ficarei honrada. rsrsrs
bjs

Luísa disse...

Tenho um amor...
Que delícia!
Beijinhos

Luísa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Malu disse...

Que gostoso ter um amor assim.
Caio Abreu e suas levezas do escrever...
Abraços

snagay disse...

hi ! friend could we exchange link together?,hope it will be good if we can do here is mine:

http://cambodiantoday.blogspot.com/
thank for your kindness

Carmo disse...

Olá Eduardo, fotos e texto soberbos, como sempre.

Um abraço

Boa semana

R.Ferrari disse...

Ola Eduardo.
como vai?
Andei um tempo afastado do blog. estava sem tempo para visitar os blogs amigos, então decidi não postar. passei para dar um abraço e ver teu sempre belo trabalho.
Grande abraço
e dá-lhe Gremio
r.Ferrari

Hugo de Oliveira disse...

Gosto demais dos escritos do Caio...belíssimas imagens.

abraços
de luz e paz