terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

EU GOSTO


Eu gosto do asfalto molhado,
do cheiro do novo, do coração descascado,
das árvores que dançam ao relento,
do sabor do pêssego, do verso livre,
da voz poderosa e clássica do vento.

Gosto de imaginar como é a criança que mora 
naquela pequena verde casa,
onde lá pelas duas da madrugada a luz se apaga,
enquanto eu continuo escrevendo, acordada, lendo,
fumando o último cigarro, à espera do sono,
do nascer dum novo dia, e quem sabe duma outra vida,
onde eu me sinta menos perdida e dividida.

Eu gosto de abandonar velhos hábitos para criar espaço,
de dormir no calor do verão com a janela aberta,
de sentir o frescor que entra no quarto como uma nova era,
da paz que me abraça apertado neste momento sagrado,
gosto de quem passa lá embaixo, na rua vazia,
e imagina como é a criança que sonha aqui em cima.

Isadora Krieger
http://duncankrieger.blogspot.com/

5 comentários:

tossan® disse...

ahahahahah...Que figura esse tossan estragou a paisagem! Prefiro as primeiras fotos que estão excelentes! A primeira estrofe do poema é do jeito de que gosto nem precisava mais. Vendo isso me dá saudade da Ilha e de vocês, depois do carnaval pretendo mata-la. Tem café lá no klic.
Abraço

Vivian disse...

...adorei a barriga de tanquinho
do Tossan!!!

rsrs

fotos lindas, como sempre!

bjs

Paula Barros disse...

Só assim conheco Tossan. rsrs

E ele vai voltar para matar saudades e não vem a Recife buá, buá...rsrs

Lindas imagens. Lindo poema.

beijo

Carmo disse...

Olá Eduardo,

Eu gosto dos seus poemas, gosto das suas fotos, gosto deste seu espaço.

Um abraço

Boa semana

Baraçal-press ® disse...

Rapaz! Vou gostar de te conhecer, esse meu amigo Tossan gosta tanto de você que está virando gremista e não usa vermelho...rsrsrsr...
Belo trabalho você faz com as fotos. Amigo do Tossan é meu amigo também. Que coisa feia o que ele tem na boca. Abração