quarta-feira, 18 de março de 2009

Insônia


"A noite é longa e não termina
O escuro veio me abraçar
E essa insônia que me domina
Não me deixa descansar
O corpo imóvel numa cama
Mas a cabeça a trabalhar
E a solidão que já me ama
Me obriga a chorar
Meu coração não adormece
E os olhos começam a fechar
Mas essa dor que não me esquece
Vem logo me acordar
E sonhar... como eu queria!
Mas desisto de lutar
Pra não perder a poesia
Vejo o dia clarear"

Milla Borges
http://millaborges.blogspot.com/
Visite este blogger

10 comentários:

A Madrasta Má disse...

Olá meu querido, tem uma maçãzinha para você..... to te esperando.... venha morder, porque esta você não tem!!!!! Bjinhos da Madrasta!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EDUARDO... BELA POESIA... GOSTEI MUITO ... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

LOURO disse...

Amigo Eduardo,

Linda foto, acompanhada de um belo poema. Parabéns!!! Gostei...

Abraço

Lourenço

Nanda Assis disse...

este poema deu certinho p mim.

bjosss...

ausenda disse...

Lindo, quando se sonha... a poesia!

Bonito poema. Parabéns à autora!

Para ti, um beijo

Fabricante de Sonhos disse...

Eduardo!!!
Uauuu! Que surpresa boa! Linda!!!
Você não imagina o quanto fiquei feliz com essa homenagem!
Muito obrigada pelo carinho de sempre e por me ensinar tanto com seus textos, sentimentos e com o seu "poetar"!

Um beijo grande!

Ótima quinta feira.

Fabricante de Sonhos....

Eu disse...

Lindo e verdadeiro... como sempre!
Beijinhos!!

Daniel Costa disse...

Foi um bom momento de poesia este, que a Milla Borges nos porporciomou.

Daniel

Izinha disse...

Mais um belo poema para nossa apreciação, ótima escolha.

bjos e linda noite prá vc.

Branca disse...

Lindo poema...

Bom fim de semana pra vc,
bjos!