segunda-feira, 16 de março de 2009

POETA LOUCO


Quando se pensa que nada
mais pode ser escrito,
que não há mais
sentimentos secretos
a serem dissecados,
vem um poeta louco
e começa uma nova história.
Usando velhas palavras
fazendo versos novos.
Com as palavras de sempre
ele cria uma frase mágica.
Para um poeta
não há limites, censuras.
Ele pode descrever
sentimentos de forma vil,
de forma suave,
romanticamente ou
escandalosamente.

Nada teme o poeta,
nem vírgulas
nem pontos finais.
Ele é a própria palavra
que colado ao papel
toma forma
surgindo novas frases,
surgindo novas poesias.
.
izilgallu
http://izil.blogspot.com/
Visite este Blogger

18 comentários:

Sandra Mara disse...

Seu blog é mto lindo e mto bem elaborado. Seu cantinho é mto aconchegante. Amei, e se vc me permitir, gostaria de voltar aqui mais vzs...
Q seu dia seja iluminado e abençoado e até já já!
Beijosss!!!

Arantza G. disse...

La poesía hace que la vida salga flotando en las palabras más bellas de nuestro diccionario.
Un beso.

Cris Animal disse...

Lindo poema....realmente!

A poesia nunca vai morrer, pq sempre excistirá corações!


beijos
............Cris Animal

*izil* disse...

Olá amigo, obrigada pela homenagem, ficou linda com a foto.
Você sempre gentil.
Nada mais sensivel que um poeta.
Izil

Rosemari disse...

O coração e a alma do poeta carrega as emoções de toda a humanidade. Jamais fenecerá as palavras de fogo que o poeta traduz em versos.
Muito lindo!

Luísa disse...

Enquanto alguém se predispõe a ler, há sempre vontade de algo dizer, esrever...
Há vontade de colocarmos a mente em prole do leve sabor da divagação...

Por isso, sou visita assidua de quem connosco divide o seu bem gosto na sugestão da leitura.
Voltarei sempre.
Beijinho terno!

neide disse...

Lindo meu amigo, a poesia nunca vai morrer, os poetas alegram nossos corações,nos fazem sonhar...

Mais uma vez, parabéns a ambos, a você Eduardo por sua sensibilidade e a poetisa Izil, pelo lindo poema.

Bjss

Baby disse...

Ao poeta tudo é permitido, pois as palavras pertencem-lhe!
Agradeço a visita e deixo um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
ser poeta
é loucura
pura
é agitar a alma
na calma
do estado do momento
no instante do tempo
buscando a meta
,
belo post amigo,
grato pela partilha,
,
abraço,
,
*

Avassaladora disse...

"...de forma suave,
romanticamente ou
escandalosamente..."

Amigo, enquanto houver corações apaixonados, os poemas vão surgir!
Pode ser um amor suave...
Um amor romântico...
Um amor escandaloso...

Sempre haverá poetas a contar esse amor em prosa e verso!

A Madrasta Má disse...

Que lindo... como se diz por aqui de poeta e louco todo mundo tem um pouco!!!! bjinhos da Madrasta!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO EDUARDO MAGNIFICO POEMA... LE,SE COM UMA LEVEZA DE UMA PENA... SIMPLESMENTE SUBLIME... UM ABRAÇO DE MUITO CARINHO,
FERNANDINHA

Erica Maria disse...

Lindo texto!

Bjossssssssss!

Heresias disse...

Pois é. Criatividade não tem fim, né?
Saudações

Multiolhares disse...

O poeta é um ser livre que inventa onde já nada há para inventar
Bj

Maria Valadas disse...

Poeta... é aquele que encontra saída para as palavras, no labirinto da sua alma.

Abraço de amizade.

PreDatado disse...

Nunca está tudo escrito ou inventado.
Gostei das palavras a formarem um belissimo texto.

o que me vier à real gana disse...

Boa noite!

Este é outro blog k vale a pena. Parabéns!