sexta-feira, 29 de maio de 2009

ANJOS DO MAR


As ondas são anjos que dormem no mar,
Que tremem, palpitam, banhados de luz...
São anjos que dormem, a rir e sonhar
E em leito d’escuma revolvem-se nus!
E quando, de noite, vem pálida a lua
Seus raios incertos tremer, pratear...
E a trança luzente da nuvem flutua...
As ondas são anjos que dormem no mar!
Que dormem, que sonham... e o vento dos céus
Vem tépido, à noite, nos seios beijar!...
São meigos anjinhos, são filhos de Deus,
Que ao fresco se embalam do seio do mar!
E quando nas águas os ventos suspiram,
São puros fervores de ventos e mar...
São beijos que queimam... e as noites deliram
E os pobres anjinhos estão a chorar!
Ai! quando tu sentes dos mares na flor
Os ventos e vagas gemer, palpitar...
Por que não consentes, num beijo de amor,
Que eu diga-te os sonhos dos anjos do mar?

ALVARES DE AZEVEDO

4 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Decore sua alma ,
da forma mais linda que souber,
com uma poesia que lhe toque o coração,
para que na sua mudez, seja feliz,
pois alma que é, será sempre sua,
sem que ninguém no mundo a tire de você.
(Eda Carneiro da Rocha)

Desejo a você um maravilhoso final de semana,
Com muita paz e carinho.
Te amo, muitos beijos de saudade

Sônia

http://schsonia.blogspot.com/

Fernanda Ferreira disse...

Amigo Eduardo,

Alma de grande poeta...
Parabéns, belo e a imagem fabulosa :)))

Beijinho,
Fernanda Ferreira

frAgMenTUS disse...

adorei o poema e a dinâmica do vosso blog, cheio de fotografias giras ( = legais/bacanas) que nos enchem de inveja...se pudesse viajar pelas minhas palavras e meterializar-me, apanhava já boleia destras ondas-anjo para beber uma água de côco com vocês! rs bj grnd luz e paz

frAgMenTUS disse...

Edu, tens poetado? :)