sexta-feira, 8 de maio de 2009

Deixa-me te amar


Deixa-me te amar em silêncio.
Não te falarei de amor,
nem te pedirei nada.
Deixa-me pensar que sou amada.
Deixa-me sonhar.

Deixa-me sentir a doce emoção
de estar em teus braços,
sentir o pulsar descompassado do teu coração,
beber no cálice da tua boca,
embriagando-me em teus beijos apaixonados.

Deixa-me sentir a essência da tua pele,
penetrando em meus poros.
Deixa-me navegar em teu corpo,
extasiando-me nas mais belas
e ardentes sensações.

Deixa-me te amar, plena e intensamente.
Quero viver o agora.
Não sei se haverá o amanhã.
Deixa-me viver esse momento,
numa entrega total de corpo e alma,
como se fosse o nosso único e último instante.

Marilda Conceição

13 comentários:

Ana Lúcia Porto disse...

Amor esse..., amor esse...!! Onde estás..., que não chega a minha vez...?!Rs
Beijosss e bom final de semana...,
Ana Lúcia.

Carminda Pinho disse...

Gostei do poema.
Bom fim de semana.
Abraço

Arantza G. disse...

Ayyy, que bonito
Déjame amarte en silencio...
que lindo...
Feliz fin de semana
Besos

Xana disse...

um bom fim de semana
beijo amigo Eduardo

leo disse...

Lindos versos! Que o amor chegue e invada o peito de todos, como as rajadas de vento sobre as vidraças em noites de tempestade!
Abraço!

Valdemir Reis disse...

“Amigo é coisa pra se guardar...” Como diz o poeta. Eduardo aqui de volta ao seu belo espaço para agradecer de coração sua gentileza em nos honrar com a sua visita. Saiba que muito nos fortalece, sua presença é sempre agradável e especial. Obrigado mesmo.... Apareça sempre lá! Confesso que admiro bastante o seu trabalho, parabéns pelo belo poema publicado, uma maravilha, original, ótimo, precioso e interessante. "O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis". Fernando Pessoa. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Desejo um fim de semana repleta de alegria extensivo aos familiares, muita paz, saúde, brilhe sempre, bênçãos, proteção e alegria. Que a luz divina oriente e ilumine o nosso caminhar... Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

Aníbal Raposo disse...

Lindo poema.

Bom fim-de-semana.

Flor de Lótus disse...

Boa tarde eduardo.
Um breve visita, para desejar um
bom final de semana!
lindo seu escrito.
Beijos

Efigênia Coutinho disse...

Passei para desejar a todas ás Mães que aqui passam um:
FELIZ DIA DAS MÃES.

Deixa-me te Amar,da nossa poetisa
Marilda Conceição , minha amiga já a alguns anos, grande ser humano, voc6e sempre escolhe poemas de grandes poetas EDUARDO POISL
meus cumprimentos pela postagem,
com admiração,
Efigênia Coutinho

Multiolhares disse...

Quem sabe se o amanhã virá, temos de viver o momento
beijos

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Eduardo.

O amor deve ser vivido AGORA, não ontem e sequer amanhã. AGORA! Antes que o momento passe e o pulsar descompassado se acabe.

Linda poesia! :-)

********


“Deus não pode estar em todos os lugares e por isso fez as mães.”

Ditado judaico





FELIZ DIA DAS MÃES PARA TODAS AS MAMÃES DA SUA VIDA!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Conceição Duarte disse...

Que rosa linda para o poema de minha metade xará... CONCEIÇÃO...

bj

con

Ro disse...

Confesso que ao ler os poemas,lagrimas surgiram em meus olhos,quando a gente ama alguem de verdade,e esse amor e proibido,doi na alma,mas afinal,estamos aqui pra que?? sofrer ou sermos felizes?? eu tambem ainda nao me encontrei, agora piorou,fiquei perdida em meio a esses adoraveis poemas,essas palavras me fizeram reviver bons momentos .

um forte abraço
seja feliz
rosana brito
tatuape-sp