sábado, 3 de julho de 2010

SUA MÃO

Clique nas fotos para ver no tamanho real


A mão do meu suave amor é leve
como uma asa de pássaro a voar..
Tem todas essas curvas que descreve,
pelas areias úmidas, o mar...

De longe, às vezes, num adejo breve,
a alma me afaga, me afagando o olhar...
Mão que se cobre de um alvor de neve
se acaso tento os dedos seus beijar!

Ninguém diria que essa mão serena,
que tanta força tem, sendo pequena,
pode, num gesto de emoções febris,

mudar o curso das eternidades,
desmoronar impérios e cidades,
erguer montanhas.. me fazer feliz!

Onestaldo de Pennafort

7 comentários:

Amor feito Poesia disse...

Linda postagem. Te desejo um "Feliz Domingo"......Beijos perfumados!

Luis disse...

Meu Amigo Eduardo
Este soneto é lindo. Gostei imenso!
Um abraço amigo.

Uma aprendiz disse...

Oi, Luis

este soneto é lindo.

Me lembrou a MÃO DE DEUS.

beijos

Sonhadora disse...

Meu querido Eduardo
Um belo poema e belas imagens, como sempre.

Beijinhos
Sonhadora

Rosa Carioca disse...

Não me canso de sempre repetir: adoro passear por aqui.

Ivana Marisa Altafin disse...

Olá Eduardo,

O blog está de cara nova e muito bonito, parabéns pela mudança, ficou ainda mais bonito e convidativo, as fotos e postagens continuam lindas. Uma semana com trabalho, saúde e amor. Um abraço!

RETIRO do ÉDEN disse...

A Mão DELE... sempre convosco vos desejo.
Muito belo este momento.
Abraço
Mer